Pontos Turísticos

 

Buckingham Palace (Palácio da família real)

Os turistas costumam começar a viagem conhecendo o palácio da rainha Elizabeth II . Esse Palácio tem sido a residência da família real desde 1837. Uma obra gigantesca com 775 cômodos. Estes incluem 19 salas para receber visitantes, 52 quartos de hóspedes, 188 quartos de funcionários, 92 escritórios e 78 banheiros. A construção tem 108 metros de comprimento na parte da frente, 120 metros de profundidade e 24 metros de altura. O Palácio é um edifício de trabalho e é a peça central da monarquia constitucional britânica. Ele abriga todos os escritórios dos funcionários que ajudam nas atividades e deveres da Rainha, do duque de Edimburgo (príncipe Philip, marido da rainha) e sua família no dia-a-dia. A famosa troca de guardas ocorre quase diariamente às 11:30. Pra quem quiser assistir vale a pena chegar uma hora antes, pois normalmente milhares de pessoas disputam um lugar para ver a troca de guardas. Para saber as datas e horários da troca de guardas entre no site: http://www.changing-the-guard.com/dates-times.html.   Se resolver assistir a troca de guardas, aconselho começar o seu passeio mais cedo pelo Big Ben para não perder  tempo. A visitação do Palácio ocorre somente no verão e esse ano acontecerá entre os dias 26 de julho a 28 de setembro, para mais informações: http://www.goldentours.com/buckingham-palace-tickets.

Para chegar lá: estação Green Park do metrô (Jubilee line- linha cinza), procure a saída para o Buckingham Palace, atravesse o Green Park e você estará em frente aos magníficos portões do palácio.

LA913174_942long

10310624_10152199330078075_2662722011449185129_n

DSC_40291

998044_10151641308448075_533861910_n


Trafalgar square (praça em frente a rua do palácio)

Para chegar até a praça continue andando na rua chamada The Mall em frente ao Palácio. Trafalgar Square é uma praça no centro de Londres, conhecida como o coração da cidade, que celebra a vitória da marinha britânica na Batalha de Trafalgar (1805) nas Guerras Napoleónicas. Em destaque na Trafalgar Square, está o monumento dedicado ao Almirante Nelson, que liderou a Marinha Real na costa de Cadis, Espanha. Além de Nelson você encontrará quatro grandes leões que parecem estar protegendo Nelson. Nela você também encontrará possivelmente a menor estação de polícia do mundo (já desativada). A trafalgar square exerce um papel importante, pois nela acontecem importantes comemorações da Inglaterra. Também é local para protestos e manifestações. Em dezembro é montada famosa árvore de Natal na praça.

Para chegar lá: estação Charing Cross do metrô (Northern line- linha preta ou Bakerloo line-linha marrom).

trafalgar_suare

trafalgar-square (1)

Trafalgar-Square


The National Gallery (Galeria de arte Nacional)

Fica localizada na Trafalgar square e foi fundada em 1824. Sua beleza externa já encanta os turistas. Ela abriga mais de 2300 obras de artes européias desde o século XIII até o século XX. A coleção da galeria é considerada uma das mais finas do mundo com obras de Claude-Oscar Monet, Vincent Van Gogh, Leonardo da Vinci e muito mais! É uma das atrações mais visitadas em Londres e o quinto museu mais visitado do mundo. Sua entrada é gratuita.

Saiba quais são as principais obras para visitar: https://londrescommarilia.com/roteiros-prontos-2/roteiro-3-dias/

Para chegar lá: estação Charing Cross do metrô (Northern line- linha preta ou Bakerloo line-linha marrom).

National_Gallery,_London

National_Gallery_London_2013_March (1)

NationalGallery1_2728753k

National-Gallery-view

LondNatGallery


Westminster Abbey (Abadia the Westminster, igreja onde o príncipe William se casou)

A Westminster Abbey é a igreja mais importante no Reino Unido, pois é nela que ocorre a coroação da Monarquia. Também estão sepultados na igreja William Shakespeare, Sir Isaac Newton e Charles Darwin. Foi nessa igreja que dia 29 de abril de 2011 o príncipe Willian se casou com a Kate. A igreja é uma construção gótica fundada em 1065. Para fazer o tour na igreja que dura pelo menos uma hora (depende do seu ritmo), precisa comprar o ingresso que custa 20 libras para adultos e vem acompanhado de um áudio guia que conta um pouco desses 1000 anos de história e do que você verá lá dentro. Para mais informações entre no site: www.westminster-abbey.org/

Para chegar na Abadia você poderá andar da Trafalgar square (10 min), ou descer na estação Westminster do metrô (Jubilee line- linha cinza ou Circle e District line- linhas amarela e verde) .

Westminster_Abbey_West_Door

westminster at night

Royal Wedding - The Wedding Ceremony Takes Place Inside Westminster Abbey

westminster-abbey-london-richardson_46144_990x742


Palace of Westminster (Palácio de Westminster)

Com certeza a construção mais imponente e bonita de Londres. Em uma de suas torres conhecida como Elizabeth Tower está o famoso sino Big Ben. Westminster é o atual prédio do parlamento do Reino Unido (Houses of Parliament) onde são aprovadas todas as leis. O palácio fica situado na margem do Rio Tâmisa e a cena é realmente de cinema. São mais de 1000 salas, 100 escadarias, e 5 km de corredores internamente. Externamente uma arquitetura de faltar o fôlego! Ele fica localizado em frente a Abadia de Westminster. Quem quiser visitar o parlamento entre no site para maiores informações: www.parliament.uk/visiting/visiting-and-tours/tours-of-parliament/

Para chegar: estação Westmisnter do metrô (Jubilee line- linha cinza ou Circle e District line- linhas amarela e verde). 

1

Big-Ben-Clock-1

55351831

461817428_26d17e4fb0

 


London Eye (Roda gigante de Londres, a mais famosa do mundo)

Fica situada nas margens do Rio Tâmisa, quase em frente ao Parlamento de Westminster. Mais de 3 milhões de turistas dão a volta nela por ano. A volta tem duração de 30 minutos e oferece uma vista panorâmica de Londres muito bonita. O banheiro público quase em frente à London eye vale uma visita. Ele é todo decorado com adereços da Inglaterra. Um charme! Se quiser comprar seu ingresso com antecedência para não enfrentar a fila que sempre está grande, entre no site: www.londoneye.com

Para chegar: estação Westmisnter do metrô (Jubilee line- linha cinza ou Circle e District line- linhas amarela e verde). 

images

London_Eye

kveen1590s


Tower Bridge (Ponte de castelinhos: uma das mais famosas do mundo)

Você já imaginou uma ponte que passa automóveis e se eleva? A Tower Bridge é uma das pontes mais famosas do mundo e na minha opinião é a mais bonita que existe. Ela demorou 8 anos para ser construída e foi inaugurada em 1894. Sua história é muito interessante pois no século XIX por conta do desenvolvimento comercial em Londres, eles tiveram que fazer uma ponte para as pessoas atravessarem o Rio Tâmisa, e assim, se locomoverem mais facilmente de um lado da cidade para o outro. Mas, ao mesmo tempo, eles não poderiam impeder a passagem de navios no rio. A solução foi construir uma ponte que se elevasse (abrisse no meio), para os navios passarem. Um espetáculo! Hoje em dia, ela abre em média 1000 vezes por ano (mais ou menos 3 vezes por dia) e aproximadamente 40 mil pessoas cruzam ela por dia de carro, ônibus e a pé. 
Para chegar lá: estação London Bridge do metrô (Jubilee line- linha cinza ou Northem line- Linha preta).
Ouestação Tower Hill (Circle and District line- linhas amarela e verde). 

tower-bridge

tower-bridge-in-london-uk-2


Tower of London

O castelo que abriga o maior número de histórias do Reino Unido. Uma das construções mais importantes do Reino Unido, o castelo chamado Torre de Londres, foi construído em 1078 inicialmente para ser uma fortificação da cidade e a residência da Monarquia. Ao longo do tempo, foi exercendo outros papéis, sendo o mais marcante deles quando o castelo se tornou uma prisão onde muitas pessoas foram executadas e torturadas. Um importante fato e que durante a segunda Guerra mundial eles mantinham no castelo apenas os prisioneiros mais importantes e famosos, sendo um deles o vice de Adolf Hittler. Hoje, o castelo abriga a coleção das coroas e jóias da família real, inclusive a da Rainha atual Elizabeth II. Um patrimônio mundial da Unesco e uma das atrações mais visitadas de Londres.

Para chegar: andando pela Tower Bridge (London bridge station) ou descer na estação Tower Hill do metrô.

tower3b

Aerial_Tower_of_London

CrownJewels(H)-ed243cad-d4f5-434e-9573-5e392cb6fcc2-0-605x412

116467763__355023c

 


St Paul’s Cathedral (Catedral Anglicana de São Paulo)

A catedral mais grandiosa da Inglaterra e umas das maiores do mundo. Sua arquitetura é deslumbrante! Além de ser a sede do bispo de Londres, o local onde a princesa Daiana e o príncipe Charles se casaram, a catedral também é o local onde foi comemorado o aniversário de 80 anos da Rainha Elizabeth II. Ela foi erguida em 604, sim 604. Mas, um arquiteto resolveu reformar a igreja e essa arquitetura de estilo renascente que podemos ver atualmente foi construída em 1670. Para fazer o tour na igreja, em algumas épocas do ano precisa comprar o ingresso que custa 18 libras para adultos. Sua outra alternativa é olhar os horários das missas no site e não terá que pagar para entrar, porém o seu tour ficará mais restrito. Para mais informações entre no site: www.stpauls.co.uk/visits

Para chegar: estação St Paul’s do metrô (Central line- linha vermelha).

280px-St_Pauls_Cathedral_from_West_adj

02754434-e1338901185543

12968680_130305_1103_11

20-Portofino_Coast-Chiavari-Cattedrale_interno-Cathedral_interior_decoration

30c57f9f51856212145aebfeda592360 (1)

st-pauls-cathedral


Harrods

A loja de departamento inglesa mais famosa e tradicional. Um lugar muito luxuoso localizado bem no centro da cidade. As milhares de marcas e produtos, e a imponência da sua arquitetura continua surpreendendo e intrigando pessoas do mundo inteiro. É um passeio obrigatório pra quem visita Londres. A loja tem aproximadamente 20 mil metros quadrados de espaço para vendas e mais de 330 departamentos, tornando-a a maior loja de departamentos da Europa. Você não precisa comprar nada, mas só a arquitetura do lugar já deixa você de queixo caído. A Harrods começou em 1824 quando Charles Henry Harrod abriu sua primeira loja de tecelagem e desde então, nunca parou de crescer. Não deixe de visitar as 3 áreas de comida onde são vendidas as melhores comidas dos 4 cantos do mundo, simplesmente deslumbrante e sua decoração é um sonho!  Visite também a sessão onde são vendidos os produtos da Harrods. Você encontrará de tudo e poderá ser uma ótima opção para presentes. Não deixe de pegar o elevador que é muito chique, antigo e diferente. Website: www.harrods.com

Para chegar: estação Knightsbridge (Piccadilly line- linha azul royal).

Harrods-London

harrods (1)

harrods

harrods-london-580

Harrods_Heathrow


Natural History Museum

O Museu de História Natural de Londres é um dos três principais. São centenas de exposições interativas e emocionantes sobre ciências da vida e da terra em um dos mais belos edifícios históricos de Londres. Outra construção que por si só já vale a visita. A entrada principal onde localiza-se o hall central mais parece um palácio (hall onde encontra-se um esqueleto enorme de um dinossauro). São cerca de 70 milhões de espécies ou itens.

Para chegar: estação South Kensington do metrô (Piccadilly line- linha azul royal ou Circle e District Line- linhas amarela e verde).

Natural_History_Museum_London_Jan_2006

natural

Natural-History-Museum

natural-history-museum-london

Natural-History-Museum-london-uk


Hyde Park

O Hyde Park é o parque mais famoso por ser um dos parques da família real e o maior parque de Londres. Uma ótima opção para passar o dia em família, namorar, fazer pic nic, exercitar e ver um pouquinho da rotina dos Londrinos que costumam usufruir muito da natureza e qualidade de vida que os parques oferecem. São 1.42km² de parque com mais de 4 mil árvores, tudo verdinho, um enorme lago para passear de barquinho, passeio a cavalo, memorial dedicado a princesa Daiana, restaurante, cafés e muita beleza! Vale super a pena uma visita. O parque tem várias entradas imponentes, mas a principal fica ao lado da estação de metrô Hyde Park Corner. Junto com o Hyde Park, encontra-se o Kensington Gardens, o parque onde fica o palácio que a princesa Daiana morou (Kensington Palace) e onde o príncipe Willian e a Kate moram hoje em dia. Para chegar até lá, siga as placas no Hyde park para Kensington Palace.
Para chegar: estação Hyde Park Corner (Piccadilly line- linha azul royal).
f6334720
Hyde_Park_from_air
hydepark
hyde-park
hyde-park_7324578
Hyde-Park-Rowing
Hyde-Park-Tips2
Grand_Entrance
kens
kensington-palace

 


Piccadilly Circus

Uma área muito famosa para compras, pelos gigantes telões publicitários (Piccadilly lights), musicais, teatros, muitas lojas e restaurantes. A pracinha principal de Piccadilly onde encontra-se a estátua de Eros (um anjo de alumínio) é a área central de Piccadilly. A fama de Piccadilly Circus começou a ser construída nos anos 60, com a expansão e proliferação das lojas e do turismo. Hoje em dia, um mar de turistas passam por lá todos os dias e calcula-se que aproximadamente 35 milhões de pessoas passam pelo local a pé por ano. Vale uma visita durante o dia para fotos e compras e a noite para ver as luzes acesas. Uma dica legal é visitar a loja do M&Ms e a Lilly Whites (loja de esportes com 7 andares muito barata). Observação: A rua Regent Street (linda e cheia de lojas), começa no cruzamento principal de Piccadilly Circus. Informações sobre a Regent Street abaixo.

Para chegar: estação Picadilly Circus do metrô (Piccadilly line- linha azul royal ou Bakerloo line- linha marrom). 

london-hdr-piccadilly-circus-02

Piccadilly_circus_1992_07

piccadilly-circus--london-yhun-suarez


Regent street

A rua com uma das arquiteturas mais bonitas de Londres fica localizada na região mais comercial da cidade, mas por conta da sua arquitetura, a atmosfera se torna toda especial. Mesmo quem não for as compras se encantará com as lojas e com certeza o passeio renderá algumas fotos. Você encontrará lojas de marca e lojas mais populares. Dou destaque a Hamleys (www.hamleys.com) – uma loja britânica de brinquedos muito famosa fundada em 1760 com 7 andares que dizem ser a maior loja de brinquedos do mundo. Também destaco a Liberty (www.liberty.co.uk), uma loja de departamento não muito grande, mas sua arquitetura medieval da um charme ao local!
Para chegar: estação Oxford Circus do metrô (Central line- linha vermelha ou Bakerloo line- linha marrom)  ou Picadilly Circus (Piccadilly line- linha azul royal ou Bakerloo line- linha marrom). 
412289_10150871654823075_1771627358_o
4761784867_65c60f7b70_z
Hamleys toy shop
London-Mayfair-and-regent-street-decorated-with-British-flag-for-the-Querens-diamond-jubilee
Pics-london-underground-pictures-london-underground-pics-london
regent street
stock-photo-london-may-oxford-street-in-london-decorated-with-union-jack-flags-to-celebrate-the-queen-s-104880140
liberty-london-hertiage-suite-12

 


Afternoon tea (Fortnum & Mason)

O chá da tarde é uma tradição para os britânicos. Acho imperdível conhecer a Fortnum & Mason que é uma loja impressionante com 5 andares, no estilo antigo e tradicional com mais de 300 anos de história (fundada em 1707). Uma delicatessen, uma casa de chá, restaurante, chocolateria… e muito mais! Lá você encontrará caramelos deliciosos, chocolates, trufas, chás de vários tipos, vinhos, utensílios domésticos e excelentes presentes para os amigos. Não é a toa que abastece o palácio real com seus produtos maravilhosos. Encontra-se de tudo do bom e do melhor e os funcionários estão todos vestidos a rigor. Se for a tarde, fique para o tradicional chá da tarde (afternoon tea). Sugiro chegar até as 4 da tarde e procurar pelo salão The Fountain que fica no fundo da loja no andar térreo. Escolha um chá e peça o DUO OF SCONES, um bolinho mega tradiconal servido com geléias e um creme. Imperdível! Website: www.fortnumandmason.com

Para chegar: estação Green Park do metrô (Jubilee line- linha cinza ou Piccadilly line- linha azul royal). 

Fortnum & Mason
AT
1757170_orig
1562050567-001-F-and-B-Fortnum-and-Mason-Coronation-tea-party-K35
London's Department Stores And Their Christmas Windows
Fortnum_Mason_2
fortnum_mason_07_print

British Museum (Museu Britânico)

Foi fundado em 1753 e foi o primeiro museu público gratuito do mundo! Não sou uma pessoa que gosto muito de museu, mas achei que esse vale muito a pena. Ele conta com seus quase 8 milhões de objetos a história das diferentes culturas da humanidade e suas conquistas dos últimos 2 milhões de anos. É um lugar interessantíssimo que permite que os visitantes tenham contato com as mais variadas formas de arte de todo o mundo ao longo dos séculos. Se você não tiver muito tempo para explorar o museu, escolha uma das galerias que mais interessar ou então, vale até a pena olhar o museu rapidamente. Achei a parte mais interessante e bonita do Egito Antigo, Roma Antiga e Grécia Antiga. Um dos objetos mais famosos do museu é a Pedra da Roseta, um importante monumento egípcio do ano 196 antes de Cristo que está escrito em três diferentes línguas. A pedra tem um importantíssimo papel na história, pois foi graças a ela que os arqueólogos decifraram os hieróglifos egípcios. Para mais informações entre no sitewww.britishmuseum.org .
Para chegar: estação Holborn do metrô (Central line- linha vermelha ou Piccadilly line- linha azul royal) obs: aproximadamente 7 minutos andando.
British_Museum_Dome
british-museum-postcard-wide-angle
___________________________________________________________________________________________________________________________________ 

Oxford Street

Eu costumo dizer que só existe um lugar mais cheio que a 25 de março em São Paulo, e esse lugar é uma rua em Londres chamada Oxford Street. Ela tem a fama de ser a rua de compras mais visitada da Europa. São milhares de turistas que vão as compras todos os dias. São encontradas lojas de todos os estilos, para todos os bolsos e gostos. Vale lembrar que entre meio de junho/julho e final de dezembro entram as promoções que são imperdíveis! Algumas dicas: lojas com preços baixos (Primark, H&M, New Look, Forever 21); preços razoáveis (River Island, Marks and Spencer, French Connection, Jane Norman, Accessorize, Gap, Zara, Nike Town, Uniqlo, Aldo (sapatos), Spirit, Pull and Bear); lojas de departamento (Selfridges, Sephora, John Lewis, House of fraser e Debenhams).

Para chegar: Estação Bond Street do metrô (central line- linha vermelha ou Jubilee Line- linha cinza) ou Estação Oxford Circus (Central line- linha vermelha ou Bakerloo line- linha marrom) .

Shoppers on Oxford Street London  May 2012

oxford-street

oxford-street-london

shoppers-in-oxford-street-in-london-661989301

guoman_landing_page_oxfordstreet_720x369

_____________________________________________________________________________________________________

Covent Garden

Bairro muito famoso onde milhares de turistas visitam todos os dias por diversos motivos. Um lugar cheio de lojas, pubs, restaurantes e teatros. Quando descer na estação de Covent Garden, ande em direção a “praça”, local mais central do bairro, onde você encontrará cafés, boutiques, restaurantes, e o Mercado de artesanato. Outra característica do local, são os artistas que ficam fazendo performance na rua, um ótimo entretenimento gratuito com shows de mágicas, ópera, malabarismo, comédia, música e muito mais! Dicas: visitar um dos Pubs mais antigos da cidade, (Lamb & Flag) na Rose Street, fundado por volta de 1770. Uma das casas mais famosas de Ópera do mundo também fica em Covent Garden (The Royal Opera House). A loja da Apple fica na praça principal. A Ladurre uma loja francesa que vende os famosos macarrones também localiza-se na praça central.
Para chegar: Estação Covent Garden do metrô (Piccadilly line- linha azul royal).
cg4
cg3
Covent Garden, London, Großbritannien, England, Vereinigtes Königreich
london_pubs_33b

Camden Town

É conhecido como o bairro da Amy Winehouse. A cantora que cresceu em Camden, dizia que era o seu bairro preferido e por isso morava por ali. O cantor Morrissey também morou em Camden nos anos 1990. Costumo dizer que é o bairro das pessoas exóticas, que usam roupas diferentes, cabelos coloridos, muitos piercings e tatuagens. Mas você não precisa ser alternativo para visitar o lugar. Lá, todas as pessoas são bem vindas! Mas, não e só isso. O lugar oferece muitas coisas legais e divertidas. Muito famoso pelos seus mercados que vendem de tudo um pouco: comidas dos quarto cantos do mundo, artesanatos, roupas, sapatos, antiguidades, quinquilharias, pra falar a verdade, você encontra tudo que quiser, até mobília para casa. Para facilitar o seu passeio, saia da estação do Metrô de Camden Town e vire a dieita. Siga em direção a Camden Lock. Nesse caminho, você passará por muitas lojas que vendem botas exóticas e muitas roupas que mais parecem fantasias, além de muitas barraquinhas. As fachadas das lojas são um espetáculo a parte. Quando chegar no Camden Lock, entre no Stables market e você estará no lugar mais especial do bairro. O local era usado como estábulo há muitos anos atrás e hoje eles preservam a arquitetura, porém, com lojinhas, barracas e restaurantes. Um labirinto repleto de surpresas em cada esquina. Nunca fui em nada parecido com esse lugar. Procure por uma loja muito famosa chamada Cyberdog (dois robos gigantes na porta). Perto dessa loja, colocaram a pouco tempo a estátua da Amy Winehouse. Hoje em dia, Camden também é conhecido pelos pubs, músicas e baladas! Não deixe de conhecer.
Para chegar: Estação Camden Town do metrô (Northern Line- linha preta). 
8715945594_b0dbdcc4c9_z
camden
camden_town_2
camden-town
camden-town-england-london-large
Cameden-fashion-1

 


Oxford

A cidade de Oxford na Inglaterra com mais de 800 anos é famosa mundialmente pela sua universidade (Universidade de Oxford), tendo um papel importante na história mundial, sendo a mais antiga das universidades da Grã- Bretanha e da língua inglesa. É considerada uma das 10 melhores universidades do mundo. Diferentemente de Londres, a cidade de Oxford conseguiu manter o seu charme medieval, e parece ter sido pouco afetada pela modernização. A cidade é pequena, com aproximadamente 150 mil habitantes e as atrações turísticas ficam em uma só área, que pode ser explorada a pé. Ao andar pelas ruas de Oxford, se tem a impressão de ter voltado no tempo.
Um engano comum cometido por turistas recém-chegados é perguntar aonde fica o campus da Universidade de Oxford. Na verdade, a universidade é composta por 38 colégios maravilhosos espalhados pela cidade. Entre seus alunos famosos destacam-se futuros reis, presidentes, líderes mundiais, santos, ganhadores do prêmio Nobel, além de cientistas e escritores. Sem Oxford não existiria “O Senhor dos Anéis”, nunca teríamos descoberto “As Aventuras de Alice no País das Maravilhas”, e “Harry Potter”. O que fazer? Caminhe pela cidade, tire muitas fotos em frente aos colégios, e visite apenas alguns. Os mais interessantes para visitar são: Christ Church College (grand hall e refeitório onde foi filmado Harry Potter), a Biblioteca Bodleiana, o New College e o Palácio de Blenheim que foram locações de “Harry Potter”. Visite também o Castelo de Oxford, (serviu de prisão entre 1071 e 1996), o museu Ashmolean inaugurado em 1683 (um dos mais importantes museus de arte e arqueologia da Grã-Bretanha).

Para chegar de trem: Estação Paddington do metrô, pegar o National Express ( www.nationalexpress.com ) que custa entre 13 e 25 libras dependendo do horário, e a viagem dura em torno de 50 minutos. A segunda opção seria pegar 0 Virgem ( www.virgintrains.co.uk ) que custa entre 13 a 30 libras. 

Para chegar de Ônibus: Estação Victoria Coach Station, pegar o Megabusuk.megabus.com ) que custa entre 1 a 10 libras e demora em torno de 2 horas. A segunda opção seria o Eurolines ( www.eurolines.co.uk ) que custa de 5 a 10 libras. 

 

OMI-Banner-3 Oxsky

Ox 1

oxf2

oxford-summer-institute-01

 


Windsor Castle

O maior castelo ocupado do mundo fica localizado na cidade de Windsor (uma região rural), cerca de 40 km de Londres . O castelo com quase 1000 anos de idade é uma das principais residências oficiais da monarquia inglesa. É ali onde a Rainha Elizabeth II gosta de se refugiar, até porque, quando criança Elizabeth II morou no castelo durante os bombardeios a Londres, durante a primeira Guerra Mundial. A família real britânica passa a Páscoa e a maior parte dos finais de semana no Castelo. É possível visitar os apartamentos, suítes e algumas das mais magníficas salas no interior do castelo. Quando sair do castelo, procure a Long Walk (imperdível) que faz parte do jardim do castelo, uma alameda que tem um caminho gigante em linha reta que te levará do castelo até a estátua do rei George III. A paisagem do local é ótima para fotos! Esse é um belo passeio para passar um dia diferente no interior da Inglaterra. Aqui você irá descobrir uma cidade animada numa magnífica localização à beira-rio, com excelentes compras e excelentes restaurantes. Dicas: Você também pode aproveitar a ida a Windsor e ir ao parque de diversões Legoland, visitar o famoso hipódromo de Ascot ou conhecer a tradicional escola Eton College onde passaram os príncipes Willian e Harry. Não perca esse passeio e aproveite!

Como chegar? Pegue o trem na estação de Waterloo em Londres (saem 2 trens por hora), que leva cerca de 50 minutos até Windsor. Descer na estação Windsor & Eaton Riverside e caminhar até o castelo que não leva mais de 7 minutos. (obs: também saem trens da estação de Paddington, mas precisa trocar de trem em Slough para chegar até Windsor). A paisagem assim que você chegar em Windsor já é muito bonita.

windsor 4

windsor 5

windsor 6

windsor 7

windsor_castle 3

Windsor1


Abbey road (para os fãs dos Beatles!)

Abbey Road é o nome de uma rua no bairro de St. Jonh’s Wood em Londres onde os Beatles tiraram a foto da capa do seu 12°disco lançado em setembro de 1969. O álbum também recebeu o nome da rua que é hoje uma das mais famosas do mundo. Milhares de turistas até hoje vão a famosíssima faixa de pedestre para tirar uma foto imitando os Beatles. O que torna o local bem descontraído e engraçado, pois como a rua é bem movimentada, os turistas ficam horas lutando por uma foto legal. Perto da faixa de pedestre você também poderá conhecer o estúdio Abbey Road.

Para chegar: estação St. John’s Wood do metrô (jubilee line- linha cinza).

Abbey_Road

 


Regents Park

Parque lindíssimo, mas meu conselho é visitá-lo na época da primavera ou verão. No verão, melhor ainda, pois as flores e a decoração do parque é algo muito encantador! O parque é muito grande, por isso vou escrever aqui os principais lugares para visita. Quando chegar ao parque, procure pelos mapas que ficam espalhados pelo parque, assim você vai se localizar mais facilmente. A entrada principal do parque fica em Marylebone. Não importa a entrada do parque que você estiver, procure pela parte chamada Queen Mary’s Garden, um jardim grande, com fonte, roseiras, begonias, tulipas, muitas plantas e muito mais! Outra parte que acho imperdível é o lago chamado Boating Lake, onde você pode estar em contato direto com os patos, cisnes e muitas rosas que estão simetricamente plantadas atrás dos bancos no parque, deixando a atmosfera belíssima. Não se assuste se você estiver em uma parte do parque e tiver que atravessar uma rua para chegar na outra parte. É assim mesmo! Outra dica bacana é levar amêndoas para alimentar os esquilos que são bem amigáveis e estão sempre famintos. Um ótimo lugar para namorar, exercitar, fazer pic nic e tirar muitas fotos. Você não vai se arrepender!

Para chegar: estação Baker Street metrô (Jubilee line, Bakerloo line, Circle, Hammersmith & City, e Metropolitan line) e estação Regent’s Park (linha Bakerloo- linha marrom)

RegentPark8-528x352

Regents_Park_(8162108437)

Regents Park Bridge

regents-park

regents-park-avenue

regent-s-park-london-united-kingdom+1152_12808328049-tpfil02aw-964

rg1

rg3

rp2

rp5

rp7

rp8


Notting Hill

Bairro onde foi filmado o famoso filme de Julia Roberts-“Um lugar chamado Notting Hill”. Um bairro residencial em Londres, muito charmoso, cheio de atrações para oferecer. A arquitetura do lugar é muito famosa pelas suas casinhas coloridas em cores pastéis. Quem estiver em Londres aos sábados, acontece a famosa feira de antiguidades (Portobello market) na rua mais famosa do bairro (Portobello road) que atrai milhares de pessoas. Algumas lojinhas e barracas ficam fixas durante a semana também, então se não puder ir ao sábado, não fique triste! Quando chegar na estação de Notting Hill, ao sair do metrô procure primeiramente pela “Recipease“, e conheça a loja e restaurante do Jamie Oliver, ótimo para tomar um café no andar de cima da loja (normalmente tem que fazer reserva) e comprar utensílios de cozinhas, queijos, bolachas, geléias e muitas outras delícias de primeira qualidade. Depois, siga em direção pela Pembridge Road, uma rua cheia de lojinhas, e logo você estará na rua principal bairro: Portobello Road onde acontece a feirinha.

Para chegar: estação Notting Hill Gate metrô (Central line- linha vermelha e Circle and District line- linhas amarela e verde). 

nottinghill_____1

nottinghill_6

Notting-hill-4

Notting-Hill-Tour-530-3

Portobello Market

LondonPortobello-7


Westfield Stratford City Shopping Centre (Shopping Westfield)

O maior shopping center da Europa é uma ótima opção pra quem está afim de ir as compras. Mas, não é só isso. O local é muito gostoso para passear, com lojas e restaurantes ao ar livre também. Além disso, o shopping fica em frente ao centro olímpico (London 2012) e você poderá fazer os dois passeios de uma só vez. O shopping é gigante, tem cerca de 300 lojas, com opções para todos os bolsos. Você encontrará todas as grifes famosas como Montblanc, Louis Vuitton, Gucci, Dior e Prada, e lojas mais populares como Primark, H&M, Topshop, Zara com preço bem acessível! Ah, para as mulheres tem uma loja muito boa da Victoria’s Secret também. Particularmente, acho a praça de alimentação e os restaurantes espalhados pelo shopping muito bem servidos! Estação do metrô: Stratford. Observação: existe outro shopping Westfield na estação de Shepherd’s Bush. Ele é mais antigo e menor, não deixando de ser uma ótima opção também pra quem quer somente ir as compras. Estação do metrô: Stratford

Westfield_Stratford_City

westfieldstratfordcity_001_pro_recrop-778x445

westfield-stratford-city-the-street


Olympic Center (Centro Olímpico)

Quando os jogos olímpicos de Londres em 2012 chegaram ao fim, o centro foi fechado para uma reforma e transformaram o lugar no atual Queen Elizabeth Olympic Park que foi inaugurado em abril de 2014. Um espaço enorme, cheio de verde, parquinho para crianças, ótimo para passar o dia em família. Logo na entrada do parque encontram-se o centro aquático, o ginásio olímpico (onde foi a abertura das Olimpíadas) e a maior escultura da Inglaterra (ArcelorMittal Orbit) com 114 metros. Como tudo é muito afastado, tem que ter um pouco de disposição para conhecer todos os locais dos jogos. Você poderá conhecer também as quadras de hockey e tênis (Lee Valley Hockey and tennis Centre), pista de ciclismo (Lee Valley VeloPark), ….. Uma ótima dica é pegar um mapa no centro de informações logo na entrada para não ficar perdido. Observação importante: não são todos os locais que a entrada é permitida, principalmente se estiver acontecendo algum evento. A maioria deles você poderá tirar a foto somente de fora do local, mas para os fãs dos esportes já vale a pena!

olympic_park_2293476b

Olympic-Park_2270568b

fountain-concept-image-2

____________________________________________________________________________________________________________________________________

Meridiano de Greenwich

A famosa linha do meridiano que marca o ponto zero fica num parque chamado Greenwich park, onde você vai encontrar sinalizações para chegar até a linha do meridiano. A caminhada pelo parque tem uma subidinha de leve, mas é muito gostosa, cheio de verde, aqueles lugares que dão vontade de passar horas relaxando. Para tirar a foto com os pés dos dois lados do mundo, você terá que pagar para entrar no Observatório Real de Greenwich (Royal Observatory), onde fica a linha oficial do Meridiano de Greenwich. O local é interessante, com telescópios imensos e muitas curiosidades, além do famosíssimo relógio que sintoniza a hora do mundo inteiro, um relógio de 24 horas chamado de Shepard Gate Clock. Estação do metrô: North Greenwich. Para ler tudo sobre o que fazer em Greenwich, entre no link: https://londrescommarilia.wordpress.com/2014/08/19/458/

green

green10

2dcc81b068097a47b1819f4166132dc4

____________________________________________________________________________________________________________________________________

Hampton Court- O palácio mal- assombrado da Inglaterra

O Hampton Court é conhecido como o palácio mal- assombrado da Inglaterra. O local já pareceu cenário de uma novela de época, daquelas cheias de inveja, traições, puladas de cerca e mortes. A visita a Hampton Court é sem dúvida um programa incrível para sua viagem à Inglaterra. O palácio conta com jardins adoráveis, perfeitos para serem visitados durante o verão inglês. Apesar de ser um pouco distante do centro de Londres, o acesso é muito fácil por trem.

hampton

Com mais de 500 anos de história, o palácio começou a ser construído no início do século XVI pelo arcebispo de Londres chamado Thomas. Na época, ele gastou uma fortuna para torná-lo o palácio mais luxuoso de Londres. Depois de um tempo, o arcebispo acabou se dando mal, perdendo o palácio para Henrique VIII.

A história conta que o famoso rei Henrique VIII (que se casou 6 vezes e matou duas das 6 esposas que teve e rompeu com a igreja católica), ficou morrendo de inveja da imponência de Hampton Court, tirou a influência do Arcebispo e confiscou a “casa”, passando a morar nela. Em 1520 conseguiu tomar posse do palácio, onde passou a morar com suas várias esposas. Depois de sua morte, o palácio sofreu várias reformas . No século XVII, quando Willian III e Mary II reinavam, eles pediram para que uma parte do palácio fosse demolida, e foi construída uma nova ala em estilo barroco para abrigar os aposentos reais. Além disso, foi feita uma grande reforma nos gigantes jardins do palácio. Hampton Court deixou de ser residência real em 1760, e foi aberto ao público pela rainha Vitória durante seu reinado.

Hampton Court aerial 300 HB22

 

Hampton Court Palace
As histórias de assombrações em Hampton Court começaram em 1537, quando a rainha Joana morreu doze dias depois de ter um filho. Ela tinha dado a luz ao príncipe Eduardo, o futuro rei inglês Eduardo VI. Depois de sua morte, dizem que o seu fantasma assobra a escadaria do palácio até os dias de hoje. Outra situação assustadora são os gritos ouvidos num lugar do palácio chamado Galeria longa. Em 1542, a rainha Catarina era acusada de traição (tinha muitos amantes) e foi aprisionada no palácio. Quando estava no caminho para ser executada, foi arrastada pelos guardas pela Galeria longa gritando para o Rei Henrique VIII salvá-la. Após sua morte, começaram a ouvir gritos de uma mulher nessa Galeria longa, e acredita-se que os gritos sejam da rainha Catarina para assombrar o palácio. Existem também outros relatos de pessoas dizendo que já viram o próprio Henrique VIII.
A história mais recente aconteceu em 2003, quando uma câmara do circuito-fechado de Hampton Court havia gravado uma imagem indistinta de uma figura misteriosa usando um casaco longo fechando uma porta. De acordo com a reportagem, essa cena mostra com clareza que fantasmas existem. Além disso, uma visitante também afirmou ter visto com clareza um fantasma no mesmo local no mesmo período. Os porta-vozes do palácio dizem estar confusos, mas deixam claro que isto não é uma brincadeira e que não estão manipulando isto. Eles declararam: “Nós não sabemos, genuinamente, quem é, ou o que isto é.” Explicações para o fenômeno estenderam-se desde sugestões de investigadores em psicologia, até outras sugestões de efeitos térmicos.
Existe um livro no palácio para os visitantes deixarem seus relatos se algo de estranho acontecer. Se você quiser, pode folhar o livro e ler os antigos e assustadores relatos. Será que é verdade?

As principais atrações para visitar o palácio são:

1) As cozinhas dos Tudors: Numa época que nao existia nem fósforo (1530), a cozinha do palácio era usada para alimentar em torno de 600 pessoas. Para nossa surpresa, as cozinhas ocupavam um total de 55 salas, e mais de 200 funcionários trabalhavam 24 horas por dia nas cozinhas. Ela é a cozinha renascentista mais bem preservada que existe na Europa.

2) Os apartamentos reais de Henrique VIII

3) Jardins do Palácio: A Inglaterra é muito famosa  por seus jardins, e parte dessa história começou aqui, onde foram construídos os primeiros jardins formais da Inglaterra. A área é de uma beleza impressionante! Um ótimo lugar para relaxar, tirar fotos, passear e fazer piquenique. Além disso, a floração do jardim muda conforme a época do ano e é possível ver uma paisagem completamente diferente a cada mês. Pra quem gosta de flores, de abril a agosto é melhor época para visitação.

hamptoncourt

Hampton-Court-F
4) Capela real: Uma capela com mais de 500 anos

5) Labirinto: Uma das atrações mais visitadas do palácio, o famoso labirinto assombrado, construído em 1690, já foi um dos maiores do mundo e é considerado o mais antigo da Inglaterra. Naquela época era uma atração do rei para a Corte. Normalmente as pessoas levam cerca de 40 minutos para achar a saída do labirinto, perdendo-se por vielas, caminhos fechados e curvas. Muito divertido! Em 2006, o labirinto recebeu sensores ocultos ativados por movimento, que produzem sons para assustar as pessoas e aumentam a diversão da caminhada.

hampt

hamptonc
Quem for a Hampton Cour, deve ir com calma, para passar o dia todo lá e aproveitar o lugar. Não deixe de pegar os fones para escutar as histórias de cada parte do palácio e tomar um sorvete no jardim.

Como chegar:
Na estação de Waterloo saem trens direto para Hampton Court a cada meia hora. Em Waterloo, dirija-se para a estação de trem. No guichê você pode comprar a passagem para a estação Hampton Court, juntamente com o ingresso para visitar o palácio (joint ticket), economizando dinheiro. A viagem leva 35 minutos e a estação de Hampton Court fica a 200 metros do palácio, é só atravessar a ponte.

Para comprar tickets online, economizar dinheiro e mais informações, entre no site do palácio: http://www.hrp.org.uk/HamptonCourtPalace/

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s