Aniversário da Rainha e “Trooping the Colour”

Todo mês de junho é celebrado o aniversário da Rainha Elizabeth II em Londres com uma linda cerimônia que é chamada de “Trooping the Colour”. Apesar do aniversário da Rainha ser dia 21 de abril, a comemoração ocorre 2 meses depois por conta de uma tradição histórica. O Tropping the Colour é uma celebração militar que ocorre desde o século XVIII, onde a cor da bandeira de um batalhão do exército era apresentada a sua tropa para que os soldados pudessem reconhecer as bandeiras nos campos de batalha. Desde 1748, essa celebração também marca o aniversário oficial do soberano britânico, quando o rei Eduardo VII comemorou pela primeira vez juntamente com a celebração militar.

Essa é uma ótima oportunidade para ver a Rainha e os membros da família real ao vivo e a cores.

IMG_2156

Trooping the Colour 2015

IMG_2163

Princesa Kate

Itinerário: 
1) O desfile começa por volta das 10 horas da manhã quando os famosos guardas saem do Palácio de Buckingham e seguem pela famosa rua The Mall em direção ao Horse Guards Parade.
LONDON, ENGLAND - JUNE 15:  Guards march during the annual Trooping the Colour Ceremony on June 15, 2013 in London, England. Today's ceremony which marks the Queens official birthday will not be attended by Prince Philip the Duke of Edinburgh as he recuperates from abdominal surgery and will also be The Duchess of Cambridge's last public engagement before her baby is due to be born next month.  (Photo by Chris Jackson/Getty Images)

Trooping of Colour 2015

2) A procissão segue com a presença dos militares britânicos, a cavalaria, alguns membros da realeza e 400 músicos.

p01m1kl4

004-Will-Prince-George-attend-Trooping-the-Colour

3) As 10:45 a Rainha deixa o Palácio em sua carruagem escoltada pela cavalaria e segue em direção ao Horse Guards Parade onde ocorre a cerimônia oficial. Quem quiser entrar no Horse Guards Parade precisa comprar os ingressos (explicação ao final da matéria). Mas, se você não tem ingresso não fique triste! Acorde cedo, chegue por volta das 9 horas e se posicione na rua The Mall que você assistirá uma cerimônia majestosa.

1297712172462_ORIGINAL

r0_27_3000_1714_w1200_h678_fmax

IMG_2159

IMG_2161

4) 12:20h a rainha retorna ao Palácio de Buckingham escoltada pela cavalaria e pelos guardas.
5) 12:52h Antes de toda família real aparecer na varanda do Palácio, há uma saudação com 41 tiros de canhão em Green Park e no Castelo Torre de Londres.
6) Após os tiros, com a família real posicionada em sua varanda, a força área britânica faz um tradicional sobrevôo de aviões sobre o Palácio, soltando a fumaça das cores da bandeira britânica.
Toda a cerimônia é transmitida ao vivo pela BBC.
Achei muito legal ter participado do evento esse ano e quem tiver a oportunidade de ir, não perca!
IMG_2167

Trooping the Colour 2015

IMG_2170

Trooping the Colour 2015

IMG_2183

Trooping the Colour 2015

RAF-flyover

IMG_2139

Estações mais próximas do metrô:
Green Park (Jubilee line) e Charing Cross (Northern e Bakerloo line).
Compra de ingressos para o Horse Guards Parade:
É preciso enviar uma carta pelo correio entre janeiro e fevereiro com uma solicitação para participar do sorteio de ingressos que ocorre em março.

Sunday Roast

Fui num Pub esse domingo para um Sunday roast e olha que prato apetitoso! Alguém já ouviu falar no famoso Sunday roast? Em português significa assado de domingo. Esse é um prato da culinária britânica tradicionalmente servida aos domingos. Muitas famílias preparam esse prato em casa para reunir as pessoas, mas o legal mesmo é ir num Pub bem tradicional que serve o Sunday roast.
A famosa refeição consiste em um assado de carne (normalmente um rosbife), frango ou porco, acompanhado por batatas assadas, legumes como cenoura, beringela, alguns vegetais cozidos, uma espécie de “pão” gigante chamado Yorkshire pudding e um molho feito com o suco da carne cozida que aqui é conhecido como gravy.
Para curiosidade, o Yorkshire pudding é feito com uma mistura de ovos e farinha, semelhante a massa para fazer panquecas e que indo ao forno acaba com uma forma redonda com um buraco no meio.
Se você estiver aqui em Londres num domingo, não deixe de viver essa experiência! Recomendação de Pub: Richard the first. Endereço: 52-54 Royal Hill Greenwich. Postcode SE108RT website: www.richardthefirst.co.uk

Sunday roast

Museu de Freud ou Casa de Freud- Freud Museum

A semana passada resolvi visitar o Museu de Freud em Londres e foi simplesmente maravilhoso. Na verdade, o pequeno museu é a casa onde Freud, o pai da psicanálise, morou por um ano em Londres quando foi obrigado a deixar Viena quando a cidade foi anexada pelos Nazistas. Naquela época Freud já tinha mais de 80 anos, estava com câncer e sua mudança para Londres foi penosa. Em Londres ele atendia poucos pacientes por dia e faleceu no ano seguinte (1939). Todos os móveis da casa de Viena onde construiu toda sua carreira, foram trazidos para sua casa em Londres. Podemos ver o seu famoso divã, a poltrona que ele sentava durante as sessões, sua biblioteca, sua coleção de antiguidades seus objetos pessoais e muito mais. Sua filha Anna Freud, seguiu os passos do pai e trabalhava com psicologia infantil. Ela conservou a casa exatamente como seu pai deixou, e viveu na confortável casa durante 44 anos até seu falecimento em 1982.
A casa fica numa região tranquila e residencial de Londres. A visita do museu dura em torno de uma hora. É uma casa relativamente grande, com 6 cômodos para visitar e muitas histórias e objetos interessantes para analisarmos. Você pode pegar um fone de ouvido e ir escutando em português a história da vida e dos objetos de Freud e sua filha Anna.
Realmente achei toda história muito bacana e recomendo uma visita.

Informações Importantes: 

website: www.freud.org.uk

O museu abre somente de quarta a domingo das 12:00 às 17:00h.

O endereço é: rua Maresfield Gardens, 20.

Aproximadamente 10 minutos andando da estação de Finchley Road (Jubille Line).

Museu de Freud

Museu de Freud

M&M’s World em Londres

A loja M&M’s World em Londres, fica no famosíssimo bairro de Piccadilly Circus. Uma loja gigante, que com suas luzes coloridas chama a atenção de longe de quem está caminhando pela região.

2011-09-06-12-31-28

6612840393_cc1c98ed02_z

7903085930_27d68622c0_z

Logo na entrada, você já vai perceber que todos os produtos e decoração da loja são com o tema Londres. Imaginem um lugar enorme, cheio de chocolates e personagens engraçados por toda parte. Filas são formadas para tirar foto com o guarda do palácio, a rainha e os Beatles em forma de M&M’s. Os bonecos de M&M’s estão espalhados por toda loja.

MM-World-London-bus

mms-world-london

image

MM_Candy_Shop_Leicester_Square_London42

mms_uk_store_01

E para quem acha que a loja só vende chocolate, está muito enganado. Além daqueles tubos gigantes de M&Ms, você encontra TUDO que possa imaginar, como: pijamas, roupas, sapatos, acessórios, pelúcias, chaveiros, artigos escolares, artigos para cozinha e brinquedos dos M&M’s.
Uma espécie de analisador de M&M’s encontra-se no fundo do maior andar da loja. Você fica parado em frente a uma tela e o computador revela qual a sua cor de M&M’s. O resultado está relacionado com sua personalidade.

jeff-more-winkel-londen-1(p-shop,14373)(c-0)
A loja está sempre lotada de turistas, um ambiente super descontraído onde você pode tirar fotos a vontade.
A diversão é garantida para qualquer idade!

Informações Importantes: 

websitewww.mmsworld.com

Dias e horarios de funcionamento: segunda a sábado das 10:00 da manhã até meia noite e aos domingos das 12:00 até as 18:00 horas. 

Endereço : Swiss Court, 1 Leicester Square, London W1D 6AP

Estações metrô:

1) Piccadilly Circus- linha Bakerloo (marrom) ou linha Piccadilly (azul royal)

2) Leicester square- linha Northern (preta) ou linha Piccadilly (azul royal)

IMG_1810london

O que fazer no outono em Londres

Muitos brasileiros visitam a terra da rainha durante o verão inglês, afinal julho é mês de férias. Não vamos nem contestar a beleza da natureza do verão inglês. Céu azul, temperatura acima dos 20 graus, ruas e postes floridos, parques públicos  jamais imagináveis para nós brasileiros, com flores simetricamente expostas e uma organização de ficar de queixo caído. Mas, mesmo com toda essa beleza do verão, o outono pra mim, ainda é a estação mais linda de todas. Durante o meses de setembro e outubro, já começamos a sentir aquele ventinho gelado, um friozinho gostoso, mas o céu continua azul na maioria dos dias. As pessoas já começam a se vestir lindamente com seus casacos, lenços e cachecóis, dando aquele charme europeu! E os parques? Aaah, a beleza dos parques é de suspirar fundo, e tirar centenas de fotos num cenário jamais visto no Brasil. Primeiramente todas as árvores começam a ficar amareladas, até que em outubro às folhas caem, deixando um mar de folhagens pelas ruas, calçadas e parques.
Vale lembrar que no mês de novembro são abertas as pistas de patinação no gelo e a temperatura já está bem mais baixa, o céu começa a ficar cinza e 5 horas da tarde já é noite.
Para você que decidiu fugir da aglomeração do verão inglês e está visitando Londres nos meses de setembro, outubro e novembro, deixo aqui algumas sugestões de onde sentir o clima de outono europeu.

Regent’s Park

O parque real mais belo, é um ótimo lugar para namorar, exercitar, fazer pic nic e tirar muitas fotos. Você não vai se arrepender!
Por ser muito grande, vou dar umas dicas dos lugares onde visitar. Quando chegar ao parque, procure pelos mapas que ficam espalhados nas entradas, assim você vai se localizar mais facilmente. A entrada principal do parque fica em Marylebone. Não importa a entrada do parque que você estiver, procure pela parte chamada Queen Mary’s Garden, um jardim grande, com fonte, roseiras, begonias, tulipas, muitas plantas e muito mais! Outra parte que acho imperdível é o lago chamado Boating Lake, onde você pode estar em contato direto com os patos, cisnes e muitas rosas que estão simetricamente plantadas atrás dos bancos no parque (verão), deixando a atmosfera belíssima. Não se assuste se você estiver em uma parte do parque e tiver que atravessar ruas para chegar na outra parte. É assim mesmo! Outra dica bacana é levar amêndoas para alimentar os esquilos que são bem amigáveis e estão sempre famintos.
Para chegar até lá, descer nas estações: Regent’s Park (linha Bakerloo) e Baker Street (linhas Bakerloo, Circle, Hammersmith & City, Jubilee e Metropolitan).

6518250211_f21d4a938a

Autumn-in-Regents-Park_Ultra-HD

DJ924846_393high

autumn colors

rg1

regents-park-avenue

St. James’ Park

Esse parque não muito grande, foi construído no século XVI, com tudo que nos vem a mente quando pensamos num parque inglês: cisnes, patinhos, esquilos, pelicanos, gaivotas, lagos, árvores centenárias, uma seleção linda de flores durante o verão e por aí vai…! Ele fica localizado em frente ao Palácio de Buckingham, a casa da Rainha. Portanto, antes de começar a andar pela famosa rua em frente ao palácio, a sua direita está o St. James’ Park. Ele é o parque real mais antigo, e foi construído quando o rei Henry VIII comprou o terreno em 1532, muito antes da monarquia construir o palácio de Buckingham.
Um ótimo parque para brincar com os esquilos e tirar muitas fotos no outono, fazer picnic, e descansar. As folhagens amarela formam um mar no chão do parque. Nesse parque também tem um lago, onde os pelicanos são alimentados as 2:30 da tarde com peixes frescos. O resto do dia, os pelicanos super amigáveis ficam andando no meio dos turistas esperando alguma comidinha.
Procure uma ponte pequena chamada Blue Bridge, pois tem uma vista muito bacana da London eye e do parque, sendo um cenário perfeito para fotografias.

work-4285961-2-flat550x550075f-grey-squirrel-st-james-park-london-autumn

St James Park in Autumn_thumb

Autumn-in-St-James-Park

Autumn_in_St._James_Park_-_London_(4047212303)

Hyde Park e Kensington Gardens

O Hyde Park é o parque mais famoso por ser um dos parques da família real e o maior parque de Londres. Uma ótima opção para passar o dia em família, namorar, fazer pic nic, exercitar e ver um pouquinho da rotina dos Londrinos que costumam usufruir muito da natureza e qualidade de vida que os parques oferecem. São 1.42km² de parque com mais de 4 mil árvores, tudo verdinho, um enorme lago para passear de barquinho, passeio a cavalo, memorial dedicado a princesa Daiana, restaurante, cafés e muita beleza! Vale super a pena uma visita. O parque tem várias entradas imponentes, mas a principal fica ao lado da estação de metrô Hyde Park Corner. Junto com o Hyde Park, encontra-se o Kensington Gardens, o parque onde fica o palácio que a princesa Daiana morou (Kensington Palace) e onde o príncipe Willian e a Kate moram hoje em dia. Para chegar até lá, siga as placas no Hyde park para Kensington Palace.

1003106

autumn-1-hyde-park-2010

autumn-3-hyde-park-20101

Beautiful autumn views of Central Park in New York (17)

new-york-autumn

autumn colors
Kew Gardens

Esse é o famoso jardim botânico de Londres que fica a 30 minutos do centro. Um parque imenso, com 132 hectares, que é considerado patrimônio mundial da Unesco e não é para menos. Para quem gosta de viajar na beleza da natureza, o Kew Gardens conta com aproximadamente 30 mil espécies de plantas, considerado um dos lugares com a maior coleção de plantas vivas do mundo. Dentre essa coleção, estão em torno de 14 mil árvores, uma coleção de orquídeas de mais de 200 anos e 6 estufas, sendo uma delas a maior do mundo.

2056051788_edcd09564f

Autumn-353x210

DSC_0051

kew10

Os principais lugares para visitar são:

Palm house e Rose garden: é uma estufa gigante que reúne plantas de várias partes do mundo como arbustos, coqueiros, bananeiras, mangueiras, e muito mais. Um local quente e bem úmido, onde podemos sentir bem o clima tropical. A estufa construída nos anos de 1800, conta com um jardim de rosas seguindo a planta original de 1948 e um aquário que recria quatro importantes habitats marinhos, mostrando como é importante valorizar as plantas aquáticas.

Exteriors_of_the_Kew_Gardens_Palm_House_P1170549
Temperate house (estufa temperada): é a maior estufa de vidro do mundo, contando com uma coleção de plantas da África, Ásia, Nova Zelândia e Austrália.

kew_gardens_temperate_house

1364455086_temperate-house-

Princess of Wales observatory: foi uma estufa inaugurada pela princesa Daiana, com plantas carnívoras, orquídeas e plantas dos climas áridos do planeta.

26 jardins espalhados pelo parque

Kew Palace: um palácio pequeno que fica situado nos arredores do jardim. Ele foi construído em 1631, e foi a morada do rei George III e da Rainha Charlotte. É muito conhecido por ser o local de refúgio do rei George III durante suas crises de saúde. Ele sofria de doenças mentais, mas hoje acredita-se que ele sofria de uma doença chamada Porfíria. Por conta disso, foi encarcerado no palácio, onde colocaram camisas de força, o doparam e destruíram sua coroa. Hoje em dia, o palácio tem em exposição estátuas de cera do rei George III e vários objetos da família real.

Kew-Palace-2156
Xstrata treetop walkway: uma passarela suspensa de 18 metros de altura para ver o parque de cima é a mais nova atração do parque.

O preço da visitação do Kew Gardens normalmente custa £16.00, mas durante o inverno custa somente £9.50 por pessoa, pois o Kew Palace encontra-se fechado para visitação e escurece muito cedo.

Hampton Court Palace

O Hampton Court é conhecido como o palácio mal- assombrado da Inglaterra. O local já pareceu cenário de uma novela de época, daquelas cheias de inveja, traições, puladas de cerca e mortes. A visita a Hampton Court é sem dúvida um programa incrível para sua viagem à Inglaterra. O palácio conta com jardins adoráveis, perfeitos para serem visitados durante o verão inglês. Apesar de ser um pouco distante do centro de Londres, o acesso é muito fácil por trem.

hampton

As principais atrações para visitar o palácio são:

1) As cozinhas dos Tudors: Numa época que nao existia nem fósforo (1530), a cozinha do palácio era usada para alimentar em torno de 600 pessoas. Para nossa surpresa, as cozinhas ocupavam um total de 55 salas, e mais de 200 funcionários trabalhavam 24 horas por dia nas cozinhas. Ela é a cozinha renascentista mais bem preservada que existe na Europa.

2) Os apartamentos reais de Henrique VIII

3) Jardins do Palácio: A Inglaterra é muito famosa  por seus jardins, e parte dessa história começou aqui, onde foram construídos os primeiros jardins formais da Inglaterra. A área é de uma beleza impressionante! Um ótimo lugar para relaxar, tirar fotos, passear e fazer piquenique. Além disso, a floração do jardim muda conforme a época do ano e é possível ver uma paisagem completamente diferente a cada mês. Pra quem gosta de flores, de abril a agosto é melhor época para visitação.

hamptoncourt

8141058410_f5f72823f5_z
4) Capela real: Uma capela com mais de 500 anos

5) Labirinto: Uma das atrações mais visitadas do palácio, o famoso labirinto assombrado, construído em 1690, já foi um dos maiores do mundo e é considerado o mais antigo da Inglaterra. Naquela época era uma atração do rei para a Corte. Normalmente as pessoas levam cerca de 40 minutos para achar a saída do labirinto, perdendo-se por vielas, caminhos fechados e curvas. Muito divertido! Em 2006, o labirinto recebeu sensores ocultos ativados por movimento, que produzem sons para assustar as pessoas e aumentam a diversão da caminhada.

hampt
Quem for a Hampton Cour, deve ir com calma, para passar o dia todo lá e aproveitar o lugar. Não deixe de pegar os fones para escutar as histórias de cada parte do palácio e tomar um sorvete no jardim.

Como chegar:
Na estação de Waterloo saem trens direto para Hampton Court a cada meia hora. Em Waterloo, dirija-se para a estação de trem. No guichê você pode comprar a passagem para a estação Hampton Court, juntamente com o ingresso para visitar o palácio (joint ticket), economizando dinheiro. A viagem leva 35 minutos e a estação de Hampton Court fica a 200 metros do palácio, é só atravessar a ponte.

Para comprar tickets online, economizar dinheiro e mais informações, entre no site do palácio. Website: www.hrp.org.uk

Castelo de Windsor

O maior castelo ocupado do mundo e fica localizado na cidade de Windsor (uma região rural), cerca de 40 km de Londres na Inglaterra. O castelo com quase 1000 anos de idade é uma das principais residências oficiais da monarquia inglesa. É ali onde a Rainha Elizabeth II gosta de se refugiar, até porque, quando criança Elizabeth II morou no castelo durante os bombardeios a Londres, durante a primeira Guerra Mundial. A família real britânica passa a Páscoa e a maior parte dos finais de semana no Castelo. É possível visitar os apartamentos, suítes e algumas das mais magníficas salas no interior do castelo. Quando sair do castelo, procure a Long Walk (imperdível) que faz parte do jardim do castelo, uma alameda que tem um caminho gigante em linha reta que te levará do castelo até a estátua do rei George III. A paisagem do local é otima para fotos! Esse é um belo passeio para passar um dia diferente no interior da Inglaterra. Aqui irá descobrir uma cidade animada numa magnífica localização à beira-rio, com excelentes compras e excelentes restaurantes.

Como chegar?  Pegue o trem na estação de Waterloo em Londres (saem 2 trens por hora), que leva cerca de 50 minutos até Windsor. Descer na estação Windsor & Eaton Riverside e caminhar até o castelo que não leva mais de 7 minutos. (obs: também saem trens da estação de Paddington, mas precisa trocar de trem em Slough para chegar até Windsor). A paisagem assim que você chegar em Windsor já é muito bonita.

Website: www.windsor.gov.uk

Dicas: Você também pode aproveitar a ida a Windsor e ir ao parque de diversões Legoland, visitar o famoso hipódromo de Ascot ou conhecer a tradicional escola Eton College onde passaram os príncipes Willian e Harry. Não perca esse passeio e aproveite!

windsor_castle 3

windsor 7

windsor 6

windsor 5

windsor 4

PATINAÇÃO NO GELO

No final de novembro, as pistas para patinar no gelo são abertas. Existem várias pistas espalhadas por Londres, sendo algumas ao lado de cartões postais da cidade como o famoso castelo Torre de Londres e a London eye. Muitos turistas se sentem envergonhados ou com medo, e digo com propriedade: não fique! Já passei dias assistindo e me divertindo vendo milhares de pessoas patinando, tombo pra lá, tombo pra cá, uma farra só! As pistas de patinação funcionam até janeiro e isso já faz parte da cultura dos Londrinos. Já em novembro às 5 da tarde está noite, as luzes de Natal, as pistas de gelo, luvas, gorros, fazem um clima todo especial Natalino, bem diferente do nosso Natal de 30 graus. Você vai tirar muitas fotos e a diversão é garantida. O mais importante é você comprar os ingressos online ou com antecedência no local, pois as filas são gigantescas e normalmente está lotado. Chegue 30 minutos antes do horário do seu ingresso.
Vou deixar aqui os principais lugares para patinar no gelo:

1) Tower of London Ice Rink: Ao lado do castelo Torre de Londres. Você irá patinar em um cenário maravilhoso, num cartão postal da cidade. Funciona das 10 da manhã às 22 h.
Estação do metrô: Tower Hill- Circle e District line (linha amarela e verde)

SAM_2523
2) Hyde Park Winter Wonderland: na minha opinião o lugar mais legal para se divertir no inverno em Londres. Dentro do famoso parque Hyde park, é montado um super evento cheio de atrações como circo, parque de diversão, tendas com jogos e a patinação no gelo. Além de patinar você vai encontrar uma estrutura linda cheia de coisas pra fazer. Diversão mais que garantida!
Estação do metrô: Hyde Park Corner- Piccadilly line (linha azul royal)

f7e7eae4a4784d7a3097797b322ff1ab

ice-rink-hyde-park

winter-wonderland4
3) London eye Ice Rink: ao lado da famosa roda gigante encontra-se uma pista de patinação no gelo um pouco pequena se comparada as outras, mas sua localização compensa. Você poderá comprar o ingresso combinado para ir a famosa roda gigante London eye e a patinação no gelo.
Estação do metrô: Westminster- Jubilee line (linha cinza)

EYESKATE_22-sml_2077614b

4) Natural History Museum: quem quiser aproveitar a ida ao Museu de História Natural e patinar no gelo, essa pista de patinação fica grudada ao museu. Acho muita bonito o cenário do museu atrás da pista, que mais parece cena de filme. Eles também oferecem uma pista de patinação somente para as crianças e um bar para quem quiser ficar esquentando com uns drinks e assistindo o show de quedas na pista de patinação!
Estação do metrô: South Kensington- Piccadilly line (linha azul royal) e Circle e District line (linha verde e amarela)

ice-natural-histor_1118072i

ice-rink-nhm
5) Somerset House Ice Rink: um cenário de filme de Natal! Acho demais essa construção da pista de patinação, com as luzes e a árvore de Natal que deixam o clima todo Natalino.
Estação do metrô: Temple – Circle e District line (linha amarela e verde)

somerset-house1

somerset-house-ice-rink

somerset-house-ice-rink-look247

somerset-house-ice-skating-02

O que fazer no outono em Londres

Muitos brasileiros visitam a terra da rainha durante o verão inglês, afinal julho é mês de férias. Não vamos nem contestar a beleza da natureza do verão inglês. Céu azul, temperatura acima dos 20 graus, ruas e postes floridos, parques públicos  jamais imagináveis para nós brasileiros, com flores simetricamente expostas e uma organização de ficar de queixo caído. Mas, mesmo com toda essa beleza do verão, o outono pra mim, ainda é a estação mais linda de todas. Durante o meses de setembro e outubro, já começamos a sentir aquele ventinho gelado, um friozinho gostoso, mas o céu continua azul na maioria dos dias. As pessoas já começam a se vestir lindamente com seus casacos, lenços e cachecóis, dando aquele charme europeu! E os parques? Aaah, a beleza dos parques é de suspirar fundo, e tirar centenas de fotos num cenário jamais visto no Brasil. Primeiramente todas as árvores começam a ficar amareladas, até que em outubro às folhas caem, deixando um mar de folhagens pelas ruas, calçadas e parques.
Vale lembrar que no mês de novembro são abertas as pistas de patinação no gelo e a temperatura já está bem mais baixa, o céu começa a ficar cinza e 5 horas da tarde já é noite.
Para você que decidiu fugir da aglomeração do verão inglês e está visitando Londres nos meses de setembro, outubro e novembro, deixo aqui algumas sugestões de onde sentir o clima de outono europeu.

Regent’s Park

O parque real mais belo, é um ótimo lugar para namorar, exercitar, fazer pic nic e tirar muitas fotos. Você não vai se arrepender!
Por ser muito grande, vou dar umas dicas dos lugares onde visitar. Quando chegar ao parque, procure pelos mapas que ficam espalhados nas entradas, assim você vai se localizar mais facilmente. A entrada principal do parque fica em Marylebone. Não importa a entrada do parque que você estiver, procure pela parte chamada Queen Mary’s Garden, um jardim grande, com fonte, roseiras, begonias, tulipas, muitas plantas e muito mais! Outra parte que acho imperdível é o lago chamado Boating Lake, onde você pode estar em contato direto com os patos, cisnes e muitas rosas que estão simetricamente plantadas atrás dos bancos no parque (verão), deixando a atmosfera belíssima. Não se assuste se você estiver em uma parte do parque e tiver que atravessar ruas para chegar na outra parte. É assim mesmo! Outra dica bacana é levar amêndoas para alimentar os esquilos que são bem amigáveis e estão sempre famintos.
Para chegar até lá, descer nas estações: Regent’s Park (linha Bakerloo) e Baker Street (linhas Bakerloo, Circle, Hammersmith & City, Jubilee e Metropolitan).

6518250211_f21d4a938a

Autumn-in-Regents-Park_Ultra-HD

DJ924846_393high

autumn colors

rg1

regents-park-avenue

St. James’ Park

Esse parque não muito grande, foi construído no século XVI, com tudo que nos vem a mente quando pensamos num parque inglês: cisnes, patinhos, esquilos, pelicanos, gaivotas, lagos, árvores centenárias, uma seleção linda de flores durante o verão e por aí vai…! Ele fica localizado em frente ao Palácio de Buckingham, a casa da Rainha. Portanto, antes de começar a andar pela famosa rua em frente ao palácio, a sua direita está o St. James’ Park. Ele é o parque real mais antigo, e foi construído quando o rei Henry VIII comprou o terreno em 1532, muito antes da monarquia construir o palácio de Buckingham.
Um ótimo parque para brincar com os esquilos e tirar muitas fotos no outono, fazer picnic, e descansar. As folhagens amarela formam um mar no chão do parque. Nesse parque também tem um lago, onde os pelicanos são alimentados as 2:30 da tarde com peixes frescos. O resto do dia, os pelicanos super amigáveis ficam andando no meio dos turistas esperando alguma comidinha.
Procure uma ponte pequena chamada Blue Bridge, pois tem uma vista muito bacana da London eye e do parque, sendo um cenário perfeito para fotografias.

work-4285961-2-flat550x550075f-grey-squirrel-st-james-park-london-autumn

St James Park in Autumn_thumb

Autumn-in-St-James-Park

Autumn_in_St._James_Park_-_London_(4047212303)

Hyde Park e Kensington Gardens

O Hyde Park é o parque mais famoso por ser um dos parques da família real e o maior parque de Londres. Uma ótima opção para passar o dia em família, namorar, fazer pic nic, exercitar e ver um pouquinho da rotina dos Londrinos que costumam usufruir muito da natureza e qualidade de vida que os parques oferecem. São 1.42km² de parque com mais de 4 mil árvores, tudo verdinho, um enorme lago para passear de barquinho, passeio a cavalo, memorial dedicado a princesa Daiana, restaurante, cafés e muita beleza! Vale super a pena uma visita. O parque tem várias entradas imponentes, mas a principal fica ao lado da estação de metrô Hyde Park Corner. Junto com o Hyde Park, encontra-se o Kensington Gardens, o parque onde fica o palácio que a princesa Daiana morou (Kensington Palace) e onde o príncipe Willian e a Kate moram hoje em dia. Para chegar até lá, siga as placas no Hyde park para Kensington Palace.

1003106

autumn-1-hyde-park-2010

autumn-3-hyde-park-20101

Beautiful autumn views of Central Park in New York (17)

new-york-autumn

autumn colors
Kew Gardens

Esse é o famoso jardim botânico de Londres que fica a 30 minutos do centro. Um parque imenso, com 132 hectares, que é considerado patrimônio mundial da Unesco e não é para menos. Para quem gosta de viajar na beleza da natureza, o Kew Gardens conta com aproximadamente 30 mil espécies de plantas, considerado um dos lugares com a maior coleção de plantas vivas do mundo. Dentre essa coleção, estão em torno de 14 mil árvores, uma coleção de orquídeas de mais de 200 anos e 6 estufas, sendo uma delas a maior do mundo.

2056051788_edcd09564f

Autumn-353x210

DSC_0051

kew10

Os principais lugares para visitar são:

Palm house e Rose garden: é uma estufa gigante que reúne plantas de várias partes do mundo como arbustos, coqueiros, bananeiras, mangueiras, e muito mais. Um local quente e bem úmido, onde podemos sentir bem o clima tropical. A estufa construída nos anos de 1800, conta com um jardim de rosas seguindo a planta original de 1948 e um aquário que recria quatro importantes habitats marinhos, mostrando como é importante valorizar as plantas aquáticas.

Exteriors_of_the_Kew_Gardens_Palm_House_P1170549
Temperate house (estufa temperada): é a maior estufa de vidro do mundo, contando com uma coleção de plantas da África, Ásia, Nova Zelândia e Austrália.

kew_gardens_temperate_house

1364455086_temperate-house-

Princess of Wales observatory: foi uma estufa inaugurada pela princesa Daiana, com plantas carnívoras, orquídeas e plantas dos climas áridos do planeta.

26 jardins espalhados pelo parque

Kew Palace: um palácio pequeno que fica situado nos arredores do jardim. Ele foi construído em 1631, e foi a morada do rei George III e da Rainha Charlotte. É muito conhecido por ser o local de refúgio do rei George III durante suas crises de saúde. Ele sofria de doenças mentais, mas hoje acredita-se que ele sofria de uma doença chamada Porfíria. Por conta disso, foi encarcerado no palácio, onde colocaram camisas de força, o doparam e destruíram sua coroa. Hoje em dia, o palácio tem em exposição estátuas de cera do rei George III e vários objetos da família real.

Kew-Palace-2156
Xstrata treetop walkway: uma passarela suspensa de 18 metros de altura para ver o parque de cima é a mais nova atração do parque.

O preço da visitação do Kew Gardens normalmente custa £16.00, mas durante o inverno custa somente £9.50 por pessoa, pois o Kew Palace encontra-se fechado para visitação e escurece muito cedo.

Hampton Court Palace

O Hampton Court é conhecido como o palácio mal- assombrado da Inglaterra. O local já pareceu cenário de uma novela de época, daquelas cheias de inveja, traições, puladas de cerca e mortes. A visita a Hampton Court é sem dúvida um programa incrível para sua viagem à Inglaterra. O palácio conta com jardins adoráveis, perfeitos para serem visitados durante o verão inglês. Apesar de ser um pouco distante do centro de Londres, o acesso é muito fácil por trem.

hampton

As principais atrações para visitar o palácio são:

1) As cozinhas dos Tudors: Numa época que nao existia nem fósforo (1530), a cozinha do palácio era usada para alimentar em torno de 600 pessoas. Para nossa surpresa, as cozinhas ocupavam um total de 55 salas, e mais de 200 funcionários trabalhavam 24 horas por dia nas cozinhas. Ela é a cozinha renascentista mais bem preservada que existe na Europa.

2) Os apartamentos reais de Henrique VIII

3) Jardins do Palácio: A Inglaterra é muito famosa  por seus jardins, e parte dessa história começou aqui, onde foram construídos os primeiros jardins formais da Inglaterra. A área é de uma beleza impressionante! Um ótimo lugar para relaxar, tirar fotos, passear e fazer piquenique. Além disso, a floração do jardim muda conforme a época do ano e é possível ver uma paisagem completamente diferente a cada mês. Pra quem gosta de flores, de abril a agosto é melhor época para visitação.

hamptoncourt

8141058410_f5f72823f5_z
4) Capela real: Uma capela com mais de 500 anos

5) Labirinto: Uma das atrações mais visitadas do palácio, o famoso labirinto assombrado, construído em 1690, já foi um dos maiores do mundo e é considerado o mais antigo da Inglaterra. Naquela época era uma atração do rei para a Corte. Normalmente as pessoas levam cerca de 40 minutos para achar a saída do labirinto, perdendo-se por vielas, caminhos fechados e curvas. Muito divertido! Em 2006, o labirinto recebeu sensores ocultos ativados por movimento, que produzem sons para assustar as pessoas e aumentam a diversão da caminhada.

hampt
Quem for a Hampton Cour, deve ir com calma, para passar o dia todo lá e aproveitar o lugar. Não deixe de pegar os fones para escutar as histórias de cada parte do palácio e tomar um sorvete no jardim.

Como chegar:
Na estação de Waterloo saem trens direto para Hampton Court a cada meia hora. Em Waterloo, dirija-se para a estação de trem. No guichê você pode comprar a passagem para a estação Hampton Court, juntamente com o ingresso para visitar o palácio (joint ticket), economizando dinheiro. A viagem leva 35 minutos e a estação de Hampton Court fica a 200 metros do palácio, é só atravessar a ponte.

Para comprar tickets online, economizar dinheiro e mais informações, entre no site do palácio:http://www.hrp.org.uk/HamptonCourtPalace/

Castelo de Windsor

O maior castelo ocupado do mundo e fica localizado na cidade de Windsor (uma região rural), cerca de 40 km de Londres na Inglaterra. O castelo com quase 1000 anos de idade é uma das principais residências oficiais da monarquia inglesa. É ali onde a Rainha Elizabeth II gosta de se refugiar, até porque, quando criança Elizabeth II morou no castelo durante os bombardeios a Londres, durante a primeira Guerra Mundial. A família real britânica passa a Páscoa e a maior parte dos finais de semana no Castelo. É possível visitar os apartamentos, suítes e algumas das mais magníficas salas no interior do castelo. Quando sair do castelo, procure a Long Walk (imperdível) que faz parte do jardim do castelo, uma alameda que tem um caminho gigante em linha reta que te levará do castelo até a estátua do rei George III. A paisagem do local é otima para fotos! Esse é um belo passeio para passar um dia diferente no interior da Inglaterra. Aqui irá descobrir uma cidade animada numa magnífica localização à beira-rio, com excelentes compras e excelentes restaurantes. Como chegar? Pegue o trem na estação de Waterloo em Londres (saem 2 trens por hora), que leva cerca de 50 minutos até Windsor. Descer na estação Windsor & Eaton Riverside e caminhar até o castelo que não leva mais de 7 minutos. (obs: também sabem trens da estação de Paddington, mas precisa trocar de trem em Slough para chegar até Windsor). A paisagem assim que você chegar em Windsor já é muito bonita. Dicas: Você também pode aproveitar a ida a Windsor e ir ao parque de diversões Legoland, visitar o famoso hipódromo de Ascot ou conhecer a tradicional escola Eton College onde passaram os príncipes Willian e Harry. Não perca esse passeio e aproveite!

windsor_castle 3

windsor 7

windsor 6

windsor 5

windsor 4

PATINAÇÃO NO GELO

No final de novembro, as pistas para patinar no gelo são abertas. Existem várias pistas espalhadas por Londres, sendo algumas ao lado de cartões postais da cidade como o famoso castelo Torre de Londres e a London eye. Muitos turistas se sentem envergonhados ou com medo, e digo com propriedade: não fique! Já passei dias assistindo e me divertindo vendo milhares de pessoas patinando, tombo pra lá, tombo pra cá, uma farra só! As pistas de patinação funcionam até janeiro e isso já faz parte da cultura dos Londrinos. Já em novembro às 5 da tarde está noite, as luzes de Natal, as pistas de gelo, luvas, gorros, fazem um clima todo especial Natalino, bem diferente do nosso Natal de 30 graus. Você vai tirar muitas fotos e a diversão é garantida. O mais importante é você comprar os ingressos online ou com antecedência no local, pois as filas são gigantescas e normalmente está lotado. Chegue 30 minutos antes do horário do seu ingresso.
Vou deixar aqui os principais lugares para patinar no gelo:

1) Tower of London Ice Rink: Ao lado do castelo Torre de Londres. Você irá patinar em um cenário maravilhoso, num cartão postal da cidade. Funciona das 10 da manhã às 22 h.
Estação do metrô: Tower Hill- Circle e District line (linha amarela e verde)

SAM_2523
2) Hyde Park Winter Wonderland: na minha opinião o lugar mais legal para se divertir no inverno em Londres. Dentro do famoso parque Hyde park, é montado um super evento cheio de atrações como circo, parque de diversão, tendas com jogos e a patinação no gelo. Além de patinar você vai encontrar uma estrutura linda cheia de coisas pra fazer. Diversão mais que garantida!
Estação do metrô: Hyde Park Corner- Piccadilly line (linha azul royal)

f7e7eae4a4784d7a3097797b322ff1ab

ice-rink-hyde-park

winter-wonderland4
3) London eye Ice Rink: ao lado da famosa roda gigante encontra-se uma pista de patinação no gelo um pouco pequena se comparada as outras, mas sua localização compensa. Você poderá comprar o ingresso combinado para ir a famosa roda gigante London eye e a patinação no gelo.
Estação do metrô: Westminster- Jubilee line (linha cinza)

EYESKATE_22-sml_2077614b

4) Natural History Museum: quem quiser aproveitar a ida ao Museu de História Natural e patinar no gelo, essa pista de patinação fica grudada ao museu. Acho muita bonito o cenário do museu atrás da pista, que mais parece cena de filme. Eles também oferecem uma pista de patinação somente para as crianças e um bar para quem quiser ficar esquentando com uns drinks e assistindo o show de quedas na pista de patinação!
Estação do metrô: South Kensington- Piccadilly line (linha azul royal) e Circle e District line (linha verde e amarela)

ice-natural-histor_1118072i

ice-rink-nhm
5) Somerset House Ice Rink: um cenário de filme de Natal! Acho demais essa construção da pista de patinação, com as luzes e a árvore de Natal que deixam o clima todo Natalino.
Estação do metrô: Temple – Circle e District line (linha amarela e verde)

somerset-house1

somerset-house-ice-rink

somerset-house-ice-rink-look247

somerset-house-ice-skating-02

Tour nos estádios de futebol dos clubes mais importantes de Londres

O esporte mais popular do mundo é a paixão Nacional dos Brasileiros. Como nós sabemos, o futebol moderno foi criado pelos Ingleses, cujas regras de 1863 são a base do esporte na atualidade. A loucura dos brasileiros pelo futebol é tanta, que todos os tours que fiz em estádio aqui na Inglaterra, encontrei alguns brasileiros. A brasileirada que vem visitar a Inglaterra sempre consegue encaixar no seu roteiro um tour em algum estádio, ou um jogo se der sorte, e não se importar em gastar um pouquinho mais. Por isso tive a idéia de montar essa matéria com os clubes e estádios mais importantes aqui em Londres, onde rolam os maiores espetáculos do futebol.

Wembley- estádio do Governo e da seleção inglesa

Na minha opinião, é o estádio mais bonito para visitar, o maior da Inglaterra, com capacidade para 90 mil pessoas, e o segundo maior da Europa, perdendo apenas para o Campo Nou em Barcelona, com capacidade para 99 mil telespectadores. Wembley é o palco das decisões do campeonato inglês, e já foi palco de grandes espetáculos como: Olimpíadas de 1948, Copa do Mundo de 1966, o Live Aid em 1985 e as Olimpíadas de 2012, além de inúmeros shows e concertos (Michael Jackson se apresentou 15 vezes nesse estádio).
Sua história teve início em meados de 1880, quando o local era o parque Wembley, com campos, cachoeiras, pistas de atletismo, e críquete. Somente no final da Primeira Guerra Mundial, em 1918, que ele tomou forma de estádio, pois o governo inglês planejou fazer uma exposição do império Britânico, onde o estádio seria a peça central. A partir daí, o estádio da realeza foi ficando cada vez mais conhecido e se modernizando com holofotes em 1955,e teto de alumínio e painel elétrico em 1963.
Mas, no ano de 2000, ele foi totalmente destruído para ser reconstruído. A obra custou 1.2 bilhões de reais e teve duração de 7 anos. Hoje, quem visita o estádio, se depara com um lugar moderno, confortável e pronto para receber grandes eventos.  Ele possui 34 bares, 98 cozinhas e 2.618 banheiros.

TOUR- Durante o tour você vai conhecer os vestiários dos jogadores, o túnel que leva os jogadores até o campo, o campo, banco dos reservas, sala da fisioterapia, sala de imprensa e muito mais! O tour tem duração de 1h30, e custa 16 libras para adultos 9 libras pars crianças com menos de 16 anos. Eles também oferecem o ticket para família que custa 41 libras.
O tour é guiado e com hora marcada, portanto, compre o ticket pela Internet ou chegue com antecedência. Os tours normalmente começam as 10 da manhã e terminam 4 da tarde, mas eles mudam de acordo com a estação do ano, portanto, entre no site para maiores informações : www.wembleystadium.com.

Estação do metrô: Wembley Park- linhas: Jubille (linha cinza) ou Metropolitan (linha roxa)

Wembley_Stadium_-_USA_v_England

Estádio de Wembley

Wembley_Stadium_interior

Estádio de Wembley

wembley-007

Estádio de Wembley

Wembley Stadium - Pre Carling Cup Final

Estádio de Wembley

Wembley-Stadium-London

Estádio de Wembley

Stamford Bridge- Chelsea

O Chelsea é um dos clubes mais ricos do mundo, e tem a quarta maior torcida da Europa com 22 milhões de torcedores, o que torna a visita ao estádio mais interessante. Particularmente, eu amei fazer o tour nesse estádio que também inclui o museu do clube. Além do guia ser extremamente simpático, conheci bem de pertinho a história do Chelsea. Esse estádio é o mais central de Londres, portanto o acesso é bem fácil . Ele está localizado em uma zona nobre e residencial, onde saímos do metrô Fulham Broadway que está dentro de um centro comercial, giramos para esquerda e damos de cara com a estrada do estádio do Chelsea. Ao redor do estádio encontram-se inúmeros pubs que nos dias de jogos ficam lotados de torcedores.
O clube foi fundado em 1905, conquistou sete vezes o campeonato inglês e uma vez a liga dos campeões da UEFA. O estádio tem capacidade para 41.798 pessoas, e está localizado no bairro de Fulham.

TOUR- O tour pelo estádio tem duração de 1h30, onde você terá acesso aos vestiários dos jogadores, sala de imprensa e o museu do clube. O tour termina na loja do Chelsea onde temos vontade de comprar tudo. O tour para adultos custa 20 libras e 17 libras se adquirido online e 11 libras para crianças. Normalmente os tours começam as 9:30 da manhã e terminam 5 da tarde, mas entre no website para conferir se o dia que você visitar estará disponível e todos os preços: www.chelseafc.com.

OBS: Agora tem um novo tour chamado TOUR AND LUNCH PACKAGE, que inclui o tour pelo estádio, o museu, a loja do clube e um almoço no Frankie’s Sports bar & Diner com direito a hambúrguers e milkshakes.

Estação do metrô: Fulham Broadway – linha District (linha verde escuro)

stadium-Chelsea-FC-Stamford-Bridge-_75762-22

Estádio de Stamford Bridge

stamford 3

Estádio de Stamford Bridge

stamford

Estádio de Stamford Bridge

Stamford-Bridge

Estádio de Stamford Bridge

stamford-bridge-wallpaper-2

Estádio de Stamford Bridge

Emirates Stadium

Um dos estádios mais novos para visitar na Europa, o Emirates foi inaugurado em 2006 com capacidade para 60.355 telespectadores, e custou aproximadamente 390 milhões de libras. O clube do Arsenal decidiu construir um estádio novo, pois o antigo estádio localizado apenas 500 metros de distância do novo estádio, tinha capacidade para apenas 39 mil torcedores. Inicialmente, o estádio seria chamado de Ashburton Grove (nome do bairro onde está localizado), mas a empresa aérea Emirates fez um acordo com o clube.

TOUR: como nos outros estádios, o tour oferece a possibilidade de conhecer os bastidores do clube como: vestiários, o túnel que leva os jogadores até o campo, sala de imprensa, as instalações dos jogadores e o museu do Arsenal onde você encontra os troféus e camisas do clube. Além disso, tem um jogo onde você pode testar os seus conhecimentos do Arsenal com um dos especialistas do clube. O tour termina na loja do clube. O passeio custa 18 libras para adultos e 9.50 para crianças menores de 16 anos. Os tours acontecem todos os dias, exceto em dias de jogos ou eventos, portanto confira o calendário de visitação  no website do Emirates: www.arsenal.com.
OBS: Para quem é mesmo fã de futebol, eles oferecem um super tour com um dos ex jogadores do Arsenal (uma lenda do clube), que acompanham os turistas, mostram o estádio, comentam sobre o time atual e contam histórias do seu passado como jogador no clube. Muito bacana! O tour custa 37.5 libras para adultos e 18.5 para crianças.

Estação do metrô: Arsenal- linha Piccadilly (linha azul royal)

emirates 1

Estádio do Emirates

emirates 3

Estádio do Emirates

emirates 4

Estádio do Emirates

Emirates Stadium 2 0#454D14a

Estádio do Emirates

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

Estádio do Emirates

Emirates-Stadium-designed-by-Populous-©-Simon-Warren1-990x465

Estádio do Emirates

White Hart Lane

A casa do Tottenham Hotspur Football Club, um dos maiores times da Inglaterra, foi inaugurada em 1899. Localizado no norte da cidade de Londres, o estádio tem capacidade para 36 mil pessoas com todos os acentos cobertos. Só por curiosidade, no passado, o estádio acomodou até 75 mil tordedores. Os torcedores do clube chamam o estádio de “The Lane”.

TOUR: o tour ocorre quase todos os dias e seu ingresso deve ser comprado pelo website do estádio: http://www.tottenhamhotspur.com/stadium-tours/. Os ingressos devem ser comprados de preferência com antecedência, pois, é muito requisitado para grupos escolares, por ser um dos clubes mais queridos da Inglaterra.

Estação do metrô: Tottenham Hale- Victoria line (linha azul clara).

23-0

White Hart Lane

11013_ori_white_hart_lane

White Hart Lane

logo-tottenham-hotspur-fc

White Hart Lane

White_hart_lane_inside

White Hart Lane

Craven Cottage

Esse é o estádio mais antigo de Londres, e a casa de um dos clubes mais tradicionais de toda Inglaterra: o Fulham Football Club. O estádio foi inaugurado em 1896, hoje em dia tem capacidade para 26 mil torcedores, e possui um gramado impecável muito famoso mundialmente. Particularmente, achei demais assistir um jogo nesse estádio, pois os acentos são bem próximos do campo e podemos ver os jogadores de pertinho. Vale lembrar que o campo do Craven é um pouquinho menor que dos estádios mais modernos.

TOUR: O tour acontece quase todos os dias, mas a melhor maneira de comprar os tickets é pelo site: www.fulhamfc.com

O valor é £12 para adultos e £9 para crianças. Você vai conhecer os vestiários dos jogadores, a sala de imprensa, o túnel que leva os jogadores ao campo, a cadeira onde o presidente do clube senta, o campo e muito mais!

Estação do metrô: Putney Bridge- District line (linha verde escura)

_57848589_craven_cottage_fulham466

Craven Cottage

42571_ori_craven_cottage

Craven Cottage

fulham_1

 Estádio Olímpico

O estádio olímpico que sediou a abertura e o encerramento as Olimpíadas de Londres em 2012, hoje é a nova casa do time inglês West Ham United FC. Mas, ainda faltam 2 anos para o estádio olímpico começar a sediar os jogos do West Ham. O antigo estádio do time é o Boleyn Ground com capacidade para 35 mil pessoas, sendo que a nova casa do West Ham vai comportar 54 mil torcedores. O estádio fica dentro do centro olímpico que se transformou em parque depois das Olimpíadas (Queen Elizabeth Olympic Park). Mesmo não estando em funcionamento ainda, você pode conhecer o estádio olímpico por fora e aproveitar o passeio para conhecer o maior shopping center da Europa chamado Westfield e o centro olímpico.

Estação do Metrô: Stratford- Jubilee line (linha cinza) ou Central line (linha vermelha).

olympic-stadium_2266806b

Estádio Olímpico

olympic-stadium

Estádio Olímpico

Olympic Park Aerial Images Display Transformation On Eve of Olympic And Paralympic Year

Estádio Olímpico

Boleyn Ground

Quem quiser conhecer a ainda atual casa do West Ham United FC, deve aproveitar até 2015, antes do time inaugurar seu novo estádio (estádio olímpico). Com capacidade para apenas 35 mil torcedores, o Boleyn Ground foi inaugurado em 1904. Em 1944 o estádio foi atingido por uma bomba que destruiu uma parte do campo. O West Ham jogou fora de casa até seu estádio ser reconstruído.

TOUR: para informações sobre os tours, entre no site www.whufc.com

Estação do metrô: Upton Park- District line (linha verde escura) ou Hammersmith & City line (linha rosa)

1280px-TheSirTrevorBrooking_Stand

Boleyn Ground

2011-07-14-17.32.32

Boleyn Ground

12111_ori_boleyn_ground_upton_park_

Boleyn Ground

Boleyn_Ground_Upton_Park_1

Boleyn Ground

West_Ham_United_FC.svg