O que fazer no outono em Londres

Muitos brasileiros visitam a terra da rainha durante o verão inglês, afinal julho é mês de férias. Não vamos nem contestar a beleza da natureza do verão inglês. Céu azul, temperatura acima dos 20 graus, ruas e postes floridos, parques públicos  jamais imagináveis para nós brasileiros, com flores simetricamente expostas e uma organização de ficar de queixo caído. Mas, mesmo com toda essa beleza do verão, o outono pra mim, ainda é a estação mais linda de todas. Durante o meses de setembro e outubro, já começamos a sentir aquele ventinho gelado, um friozinho gostoso, mas o céu continua azul na maioria dos dias. As pessoas já começam a se vestir lindamente com seus casacos, lenços e cachecóis, dando aquele charme europeu! E os parques? Aaah, a beleza dos parques é de suspirar fundo, e tirar centenas de fotos num cenário jamais visto no Brasil. Primeiramente todas as árvores começam a ficar amareladas, até que em outubro às folhas caem, deixando um mar de folhagens pelas ruas, calçadas e parques.
Vale lembrar que no mês de novembro são abertas as pistas de patinação no gelo e a temperatura já está bem mais baixa, o céu começa a ficar cinza e 5 horas da tarde já é noite.
Para você que decidiu fugir da aglomeração do verão inglês e está visitando Londres nos meses de setembro, outubro e novembro, deixo aqui algumas sugestões de onde sentir o clima de outono europeu.

Regent’s Park

O parque real mais belo, é um ótimo lugar para namorar, exercitar, fazer pic nic e tirar muitas fotos. Você não vai se arrepender!
Por ser muito grande, vou dar umas dicas dos lugares onde visitar. Quando chegar ao parque, procure pelos mapas que ficam espalhados nas entradas, assim você vai se localizar mais facilmente. A entrada principal do parque fica em Marylebone. Não importa a entrada do parque que você estiver, procure pela parte chamada Queen Mary’s Garden, um jardim grande, com fonte, roseiras, begonias, tulipas, muitas plantas e muito mais! Outra parte que acho imperdível é o lago chamado Boating Lake, onde você pode estar em contato direto com os patos, cisnes e muitas rosas que estão simetricamente plantadas atrás dos bancos no parque (verão), deixando a atmosfera belíssima. Não se assuste se você estiver em uma parte do parque e tiver que atravessar ruas para chegar na outra parte. É assim mesmo! Outra dica bacana é levar amêndoas para alimentar os esquilos que são bem amigáveis e estão sempre famintos.
Para chegar até lá, descer nas estações: Regent’s Park (linha Bakerloo) e Baker Street (linhas Bakerloo, Circle, Hammersmith & City, Jubilee e Metropolitan).

6518250211_f21d4a938a

Autumn-in-Regents-Park_Ultra-HD

DJ924846_393high

autumn colors

rg1

regents-park-avenue

St. James’ Park

Esse parque não muito grande, foi construído no século XVI, com tudo que nos vem a mente quando pensamos num parque inglês: cisnes, patinhos, esquilos, pelicanos, gaivotas, lagos, árvores centenárias, uma seleção linda de flores durante o verão e por aí vai…! Ele fica localizado em frente ao Palácio de Buckingham, a casa da Rainha. Portanto, antes de começar a andar pela famosa rua em frente ao palácio, a sua direita está o St. James’ Park. Ele é o parque real mais antigo, e foi construído quando o rei Henry VIII comprou o terreno em 1532, muito antes da monarquia construir o palácio de Buckingham.
Um ótimo parque para brincar com os esquilos e tirar muitas fotos no outono, fazer picnic, e descansar. As folhagens amarela formam um mar no chão do parque. Nesse parque também tem um lago, onde os pelicanos são alimentados as 2:30 da tarde com peixes frescos. O resto do dia, os pelicanos super amigáveis ficam andando no meio dos turistas esperando alguma comidinha.
Procure uma ponte pequena chamada Blue Bridge, pois tem uma vista muito bacana da London eye e do parque, sendo um cenário perfeito para fotografias.

work-4285961-2-flat550x550075f-grey-squirrel-st-james-park-london-autumn

St James Park in Autumn_thumb

Autumn-in-St-James-Park

Autumn_in_St._James_Park_-_London_(4047212303)

Hyde Park e Kensington Gardens

O Hyde Park é o parque mais famoso por ser um dos parques da família real e o maior parque de Londres. Uma ótima opção para passar o dia em família, namorar, fazer pic nic, exercitar e ver um pouquinho da rotina dos Londrinos que costumam usufruir muito da natureza e qualidade de vida que os parques oferecem. São 1.42km² de parque com mais de 4 mil árvores, tudo verdinho, um enorme lago para passear de barquinho, passeio a cavalo, memorial dedicado a princesa Daiana, restaurante, cafés e muita beleza! Vale super a pena uma visita. O parque tem várias entradas imponentes, mas a principal fica ao lado da estação de metrô Hyde Park Corner. Junto com o Hyde Park, encontra-se o Kensington Gardens, o parque onde fica o palácio que a princesa Daiana morou (Kensington Palace) e onde o príncipe Willian e a Kate moram hoje em dia. Para chegar até lá, siga as placas no Hyde park para Kensington Palace.

1003106

autumn-1-hyde-park-2010

autumn-3-hyde-park-20101

Beautiful autumn views of Central Park in New York (17)

new-york-autumn

autumn colors
Kew Gardens

Esse é o famoso jardim botânico de Londres que fica a 30 minutos do centro. Um parque imenso, com 132 hectares, que é considerado patrimônio mundial da Unesco e não é para menos. Para quem gosta de viajar na beleza da natureza, o Kew Gardens conta com aproximadamente 30 mil espécies de plantas, considerado um dos lugares com a maior coleção de plantas vivas do mundo. Dentre essa coleção, estão em torno de 14 mil árvores, uma coleção de orquídeas de mais de 200 anos e 6 estufas, sendo uma delas a maior do mundo.

2056051788_edcd09564f

Autumn-353x210

DSC_0051

kew10

Os principais lugares para visitar são:

Palm house e Rose garden: é uma estufa gigante que reúne plantas de várias partes do mundo como arbustos, coqueiros, bananeiras, mangueiras, e muito mais. Um local quente e bem úmido, onde podemos sentir bem o clima tropical. A estufa construída nos anos de 1800, conta com um jardim de rosas seguindo a planta original de 1948 e um aquário que recria quatro importantes habitats marinhos, mostrando como é importante valorizar as plantas aquáticas.

Exteriors_of_the_Kew_Gardens_Palm_House_P1170549
Temperate house (estufa temperada): é a maior estufa de vidro do mundo, contando com uma coleção de plantas da África, Ásia, Nova Zelândia e Austrália.

kew_gardens_temperate_house

1364455086_temperate-house-

Princess of Wales observatory: foi uma estufa inaugurada pela princesa Daiana, com plantas carnívoras, orquídeas e plantas dos climas áridos do planeta.

26 jardins espalhados pelo parque

Kew Palace: um palácio pequeno que fica situado nos arredores do jardim. Ele foi construído em 1631, e foi a morada do rei George III e da Rainha Charlotte. É muito conhecido por ser o local de refúgio do rei George III durante suas crises de saúde. Ele sofria de doenças mentais, mas hoje acredita-se que ele sofria de uma doença chamada Porfíria. Por conta disso, foi encarcerado no palácio, onde colocaram camisas de força, o doparam e destruíram sua coroa. Hoje em dia, o palácio tem em exposição estátuas de cera do rei George III e vários objetos da família real.

Kew-Palace-2156
Xstrata treetop walkway: uma passarela suspensa de 18 metros de altura para ver o parque de cima é a mais nova atração do parque.

O preço da visitação do Kew Gardens normalmente custa £16.00, mas durante o inverno custa somente £9.50 por pessoa, pois o Kew Palace encontra-se fechado para visitação e escurece muito cedo.

Hampton Court Palace

O Hampton Court é conhecido como o palácio mal- assombrado da Inglaterra. O local já pareceu cenário de uma novela de época, daquelas cheias de inveja, traições, puladas de cerca e mortes. A visita a Hampton Court é sem dúvida um programa incrível para sua viagem à Inglaterra. O palácio conta com jardins adoráveis, perfeitos para serem visitados durante o verão inglês. Apesar de ser um pouco distante do centro de Londres, o acesso é muito fácil por trem.

hampton

As principais atrações para visitar o palácio são:

1) As cozinhas dos Tudors: Numa época que nao existia nem fósforo (1530), a cozinha do palácio era usada para alimentar em torno de 600 pessoas. Para nossa surpresa, as cozinhas ocupavam um total de 55 salas, e mais de 200 funcionários trabalhavam 24 horas por dia nas cozinhas. Ela é a cozinha renascentista mais bem preservada que existe na Europa.

2) Os apartamentos reais de Henrique VIII

3) Jardins do Palácio: A Inglaterra é muito famosa  por seus jardins, e parte dessa história começou aqui, onde foram construídos os primeiros jardins formais da Inglaterra. A área é de uma beleza impressionante! Um ótimo lugar para relaxar, tirar fotos, passear e fazer piquenique. Além disso, a floração do jardim muda conforme a época do ano e é possível ver uma paisagem completamente diferente a cada mês. Pra quem gosta de flores, de abril a agosto é melhor época para visitação.

hamptoncourt

8141058410_f5f72823f5_z
4) Capela real: Uma capela com mais de 500 anos

5) Labirinto: Uma das atrações mais visitadas do palácio, o famoso labirinto assombrado, construído em 1690, já foi um dos maiores do mundo e é considerado o mais antigo da Inglaterra. Naquela época era uma atração do rei para a Corte. Normalmente as pessoas levam cerca de 40 minutos para achar a saída do labirinto, perdendo-se por vielas, caminhos fechados e curvas. Muito divertido! Em 2006, o labirinto recebeu sensores ocultos ativados por movimento, que produzem sons para assustar as pessoas e aumentam a diversão da caminhada.

hampt
Quem for a Hampton Cour, deve ir com calma, para passar o dia todo lá e aproveitar o lugar. Não deixe de pegar os fones para escutar as histórias de cada parte do palácio e tomar um sorvete no jardim.

Como chegar:
Na estação de Waterloo saem trens direto para Hampton Court a cada meia hora. Em Waterloo, dirija-se para a estação de trem. No guichê você pode comprar a passagem para a estação Hampton Court, juntamente com o ingresso para visitar o palácio (joint ticket), economizando dinheiro. A viagem leva 35 minutos e a estação de Hampton Court fica a 200 metros do palácio, é só atravessar a ponte.

Para comprar tickets online, economizar dinheiro e mais informações, entre no site do palácio. Website: www.hrp.org.uk

Castelo de Windsor

O maior castelo ocupado do mundo e fica localizado na cidade de Windsor (uma região rural), cerca de 40 km de Londres na Inglaterra. O castelo com quase 1000 anos de idade é uma das principais residências oficiais da monarquia inglesa. É ali onde a Rainha Elizabeth II gosta de se refugiar, até porque, quando criança Elizabeth II morou no castelo durante os bombardeios a Londres, durante a primeira Guerra Mundial. A família real britânica passa a Páscoa e a maior parte dos finais de semana no Castelo. É possível visitar os apartamentos, suítes e algumas das mais magníficas salas no interior do castelo. Quando sair do castelo, procure a Long Walk (imperdível) que faz parte do jardim do castelo, uma alameda que tem um caminho gigante em linha reta que te levará do castelo até a estátua do rei George III. A paisagem do local é otima para fotos! Esse é um belo passeio para passar um dia diferente no interior da Inglaterra. Aqui irá descobrir uma cidade animada numa magnífica localização à beira-rio, com excelentes compras e excelentes restaurantes.

Como chegar?  Pegue o trem na estação de Waterloo em Londres (saem 2 trens por hora), que leva cerca de 50 minutos até Windsor. Descer na estação Windsor & Eaton Riverside e caminhar até o castelo que não leva mais de 7 minutos. (obs: também saem trens da estação de Paddington, mas precisa trocar de trem em Slough para chegar até Windsor). A paisagem assim que você chegar em Windsor já é muito bonita.

Website: www.windsor.gov.uk

Dicas: Você também pode aproveitar a ida a Windsor e ir ao parque de diversões Legoland, visitar o famoso hipódromo de Ascot ou conhecer a tradicional escola Eton College onde passaram os príncipes Willian e Harry. Não perca esse passeio e aproveite!

windsor_castle 3

windsor 7

windsor 6

windsor 5

windsor 4

PATINAÇÃO NO GELO

No final de novembro, as pistas para patinar no gelo são abertas. Existem várias pistas espalhadas por Londres, sendo algumas ao lado de cartões postais da cidade como o famoso castelo Torre de Londres e a London eye. Muitos turistas se sentem envergonhados ou com medo, e digo com propriedade: não fique! Já passei dias assistindo e me divertindo vendo milhares de pessoas patinando, tombo pra lá, tombo pra cá, uma farra só! As pistas de patinação funcionam até janeiro e isso já faz parte da cultura dos Londrinos. Já em novembro às 5 da tarde está noite, as luzes de Natal, as pistas de gelo, luvas, gorros, fazem um clima todo especial Natalino, bem diferente do nosso Natal de 30 graus. Você vai tirar muitas fotos e a diversão é garantida. O mais importante é você comprar os ingressos online ou com antecedência no local, pois as filas são gigantescas e normalmente está lotado. Chegue 30 minutos antes do horário do seu ingresso.
Vou deixar aqui os principais lugares para patinar no gelo:

1) Tower of London Ice Rink: Ao lado do castelo Torre de Londres. Você irá patinar em um cenário maravilhoso, num cartão postal da cidade. Funciona das 10 da manhã às 22 h.
Estação do metrô: Tower Hill- Circle e District line (linha amarela e verde)

SAM_2523
2) Hyde Park Winter Wonderland: na minha opinião o lugar mais legal para se divertir no inverno em Londres. Dentro do famoso parque Hyde park, é montado um super evento cheio de atrações como circo, parque de diversão, tendas com jogos e a patinação no gelo. Além de patinar você vai encontrar uma estrutura linda cheia de coisas pra fazer. Diversão mais que garantida!
Estação do metrô: Hyde Park Corner- Piccadilly line (linha azul royal)

f7e7eae4a4784d7a3097797b322ff1ab

ice-rink-hyde-park

winter-wonderland4
3) London eye Ice Rink: ao lado da famosa roda gigante encontra-se uma pista de patinação no gelo um pouco pequena se comparada as outras, mas sua localização compensa. Você poderá comprar o ingresso combinado para ir a famosa roda gigante London eye e a patinação no gelo.
Estação do metrô: Westminster- Jubilee line (linha cinza)

EYESKATE_22-sml_2077614b

4) Natural History Museum: quem quiser aproveitar a ida ao Museu de História Natural e patinar no gelo, essa pista de patinação fica grudada ao museu. Acho muita bonito o cenário do museu atrás da pista, que mais parece cena de filme. Eles também oferecem uma pista de patinação somente para as crianças e um bar para quem quiser ficar esquentando com uns drinks e assistindo o show de quedas na pista de patinação!
Estação do metrô: South Kensington- Piccadilly line (linha azul royal) e Circle e District line (linha verde e amarela)

ice-natural-histor_1118072i

ice-rink-nhm
5) Somerset House Ice Rink: um cenário de filme de Natal! Acho demais essa construção da pista de patinação, com as luzes e a árvore de Natal que deixam o clima todo Natalino.
Estação do metrô: Temple – Circle e District line (linha amarela e verde)

somerset-house1

somerset-house-ice-rink

somerset-house-ice-rink-look247

somerset-house-ice-skating-02

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s